Pouco tempo depois de ficar desempregado ao ser exonerado da Secretaria de Meio Ambiente de Cuiabá, Antônio Máximo, do PPS, já garantiu um novo emprego. Ele agora é presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat) e foi nomeado pelo governador Pedro Taques (PDT), indicado pelo prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (PPS).

Desde que disputou uma vaga a prefeitura em Rondonópolis em 1996, e perdeu para Percival Muniz que era vice do então prefeito Alberto de Carvalho, Máximo vem pulando de secretarias e cargos indicados por políticos.

Uma curiosidade é que a história se repete décadas depois com Percival e Juca Lemos (agora PPS). Nas últimas eleições, Juca que disputou pelo PT contra o atual prefeito foi o candidato menos votado da disputa, assim como Máximo em 1996, mas foi só o Prefeito assumir o posto que ele ganhou um cargo de coordenador do Procon e tratou de se filiar ao partido do seu ‘chefe’.

Leia também:  Queda de braço no Senado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.