Integrante da seleção brasileira de natação no Mundial de Piscina Curta de Doha (QAT) em dezembro do ano passado, João Gomes Junior, de 28 anos, foi flagrado em exame antidoping durante a disputa da competição.

O atleta do Pinheiros foi flagrado com um diurético em seu teste de urina. O nome da substância não foi informado.

Procurada pelo UOL Esporte, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) informou que não tem nenhuma posição oficial para passar neste momento. a Federação Internacional de Natação (FINA) também não publicou nenhum comunicado.

Marcelo Franklin, advogado de João Gomes, admitiu que chegou a conversar com o atleta depois de ter visto a notícia e afirmou confiar na inocência de seu cliente.

Leia também:  Torneio de tênis começa nesta quarta em Cuiabá

“Neste momento, estamos colhendo informação, porque o processo de doping corre em sigilo. Mas conversei com ele e estou convicto da inocência, acredito que conseguirei provar a inocência”, disse Marcelo.

“Ele recebeu a notícia com indignação, mas nesse momento, a gente não pode passa mais informações, porque as regras são muito rigorosas, temos de segui-las”, completou o advogado que preferiu não falar se foi notificado sobre o doping.

A tendência é que, se comprovada o doping, o atleta peça para ser analisada uma segunda amostra. Na sequência, o nadador poderá ser suspenso preventivamente e o processo se tornará público.

Procurado para comentar o assunto, o Pinheiros, clube de João Gomes, informou apenas que não foi notificado sobre o tema e só comentará o caso após ser notificado.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador está com inscrições abertas até segunda

João Gomes Junior integrou três revezamentos no Mundial: 4×50 m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto. Em todo,s o país conquistou o ouro. Se o atleta for considerado culpado e acabar punido, o país perderás as três medalhas, ainda que ele tenha feito parte do time apenas nas eliminatórias. Desta maneira, o Brasil perderia também o título da competição.

A delegação nacional acabou o Mundial com a melhor participação de sua história, com sete ouros, uma prata e dois bronzes. Descontando estes três ouros, cairia para o quinto posto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.