Derrotado no jogo-treino contra o Cuiabá, nesta quinta-feira, o treinador do Luverdense minimizou o resultado do primeiro teste do grupo na temporada 2015. Com um elenco renovado – apenas três atletas da temporada passada iniciaram o jogo, Leandro Niehues elogiou a intensidade da partida e viu o time no caminho certo para uma boa temporada. Segundo ele, a decisão de enfrentar um adversário mais qualificado logo no início do ano foi acertada.

– Eu falei para o meu grupo, que eu prefiro ver o time se entregando, colocando bola na trave e indo pra cima e acabar perdendo, do que levar pressão e sair de campo com a vitória. É claro que precisamos vencer, temos que ter essa mentalidade, mas acabamos levando o gol em uma infelicidade do setor defensivo. Meu time não tem medo. Eu prefiro enfrentar uma equipe forte, do que pegar uma mais fraca e ganhar de 4 ou 5. Que tipo de teste é esse – questionou Niehues à TV Centro América.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

Segundo ele, as dimensões do campo do CT do Dourado e a postura do adversário também foram empecilhos para o Verdão do Norte.

– Foi nosso primeiro trabalho real de jogo, como primeiro conceito e ideia está bom. Estamos no caminho. O entrosamento é algo que temos que trabalhar. Mudamos quase o time inteiro. Enfrentamos um adversário que manteve uma base maior. Foi um jogo equilibrado. Levamos o gol no final do jogo, quando já tínhamos mudado toda a equipe. O que menos importa é o resultado neste início de trabalho. O grupo criou bastante chances, o tamanho do campo é reduzido e o adversário ficou marcando atrás da linha da bola.

Neste sábado, o Luverdense volta a campo desta vez no estádio Presidente Dutra, contra o Mixto, às 17h.

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

– Vamos melhorar a cada jogo, principalmente porque os atletas estarão mais soltos. Tenho convicção que os resultados irão aparecer. Remontamos o time dentro de uma nova realidade e filosofia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.