O deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PR), que é candidato a primeira-secretaria pelo grupo da situação na Mesa, desmentiu os boatos de que o grupo teria apenas nove assinaturas para a eleição. A votação é secreta e acontece no domingo (01) logo após a posse.

Em entrevista ao site AGORA MT, o deputado afirmou que com a chapa definida em consenso, este será o momento de renovação que é esperada há mais de 20 anos pelos mato-grossenses.

Ele detalhou ainda, que antes também era uma escolha do grupo ter o deputado Emanuel Pinheiro (PR) como presidente, mas com a volta de Guilherme Maluf (PSDB) para a base de apoio, essa foi a decisão em grupo, tanto do PR, como dos colegas de bancada e do grupo de apoio. E segundo o parlamentar, com Botelho abrindo mão da vaga de primeiro-secretário, houve a cobrança de posicionamento por parte de Nininho.

“Não era minha pretensão e nem desejo ter um cargo na Mesa neste momento, mas já que houve essa cobrança quero trabalhar para o melhor” afirmou.

Leia também:  "Derramo meu sangue por um companheiro" diz deputado após fazer tatuagem com nome de Temer
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.