O papa Francisco manifestou nesta segunda-feira (12) apreço pelo fim do “silêncio recíproco” entre os Estados Unidos e Cuba, dois países que citou como exemplo das “pontes construídas” pelo diálogo. Em discurso feito na Sala Régia do Palácio Apostólico perante membros do corpo diplomático no Vaticano, o papa citou vários conflitos internacionais e mencionou “alguns frutos de paz”, que demonstram que “a cultura do encontro é possível”.

“Um exemplo que aprecio particularmente, de como o diálogo pode verdadeiramente edificar e construir pontes, é a recente decisão dos Estados Unidos e de Cuba de pôr fim a um silêncio recíproco, que durou meio século, e de se aproximarem para o bem dos cidadãos”, afirmou.

Leia também:  Aeroporto de Bali reabre após ficar fechado por causa de vulcão

No dia 17 de dezembro, os dois países anunciaram o restabelecimento das relações diplomáticas, num processo que contou com a mediação do Vaticano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.