Passageiros fazendo check-in - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Passageiros fazendo check-in – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A situação do aeroporto municipal Maestro Marinho Franco tem sido motivo de reclamações entre as pessoas que passam pelo local. As condições de infraestrutura, a espera, os atrasos e cancelamentos de voos são os principais motivos citados pelos passageiros.

Para a passageira Fernanda Gonçalves de Souza que viaja para São Paulo, o aeroporto não tem a infraestrutura necessária.

 “A questão é que só tem um horário como opção e muitas vezes não dá para encaixar com outros voos. No aeroporto, as cadeiras estão em péssimas condições e a única lanchonete que tinha fechou. Tem pouca infraestrutura para ser um aeroporto,” disse ela.

Vanessa Cristina Galheira, conta que sempre faz o trecho Rondonópolis-Cuiabá-SãoPaulo e que enfrenta problemas com os horários dos voos.  “Já teve cancelamentos de voo e tivemos que ir de van até Cuiabá para viajar para São Paulo. A infraestrutura aqui é péssima. A cidade deveria comportar um aeroporto melhor, com mais opções de horários,” disse.

Leia também:  Natal sem Fome tem lançamento oficial em Rondonópolis na próxima quarta
Vereadores realizando a vistoria - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Vereadores realizando a vistoria – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Os vereadores da Câmara Municipal de Rondonópolis estiveram na manhã de hoje (6) no aeroporto, após receberem várias reclamações, principalmente de fim de ano. Após realizar a vistoria do aeroporto, os parlamentares conversaram com o secretário da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, Argemiro Ferreira, onde ficou definido que até o fim de março alguns ajustes devem ser feitos.

“Nós recebemos reclamações que passageiros ficavam aqui esperando mais de 40 minutos, o fraldário estava sendo usado como local de depósito de limpeza e até de falta de água. Até o fim de março, o secretário nos garantiu que isso aqui estará funcionando normalmente, com a lanchonete, fraldário, vai dar uma reforma em parceria com as três empresas de aviação que vão estar operando aqui,” disse o presidente da Câmara, Lourisvaldo Manoel de Oliveira “Fulô” (PDMB).

Leia também:  Município e Justiça fazem mutirão de negociação fiscal
Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Presidente da Câmara Municipal, Lourisvaldo Manoel de Oliveira – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Após este período, o presidente garantiu que os vereadores retornarão ao aeroporto para fiscalizar se houve melhorias.

O secretário Argemiro disse que os itens pontuados pelos vereadores já existem ações previstas para ser operacionalizadas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.