Mais de 3 mil litros de defensivos agrícolas furtados, na madrugada de 1º de janeiro, de uma fazenda de Nova Xavantina, foram recuperados pela Polícia Judiciária Civil, poucas horas depois, na madrugada de 1º de janeiro. A carga roubada é avaliada em mais de R$ 730 mil.

O roubo aconteceu durante a madrugada, pouco após as festas de entrada do ano novo, na Fazenda Ouro e Prata. Quatro homens armados renderam três funcionários da fazenda e fizeram as suas famílias reféns.  Na ação, as próprias vítimas foram obrigadas a abastecer um caminhão 608 e uma caminhonete D-20 com os defensivos agrícolas.

Assim que foi acionada do roubo, uma equipe da Delegacia de Polícia de Nova Xavantina começou a trabalhar no caso. Durante as diligências, que incluíram sobrevoo de avião sobre a região, policiais avistaram um rastro na mata que liga a estrada a uma região de uma terra indígena, parecendo que um caminhão teria entrado no local.

Leia também:  Menor é apreendido com mais de 270 Kg de maconha na BR-163

De imediato e a Delegacia foi acionada e policiais entraram na mata seguindo o rastro e encontrando os dois veículos ainda com a carga de defensivos agrícolas. Os veículos e a carga foram levados para a Delegacia de Nova Xavantina. De acordo com o delegado, Sidarta Vidigal de Almeida, a carga, avaliada em R$ 737 mil, foi deixada pelos assaltantes, provavelmente para ser buscada por outros envolvidos no crime.

“Os veículos foram deixados não só com a carga de defensivos, mas também com a chave na ignição. As investigações continuam em buscas dos assaltantes e demais pessoas que possam estar envolvidas no crime”, destacou.

Participaram das investigações, os policiais civis Gilmar Paiva de Amorim e Emanuel Alves Cordeiro.

Leia também:  Incêndio destrói restaurante próximo ao Hospital Regional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.