Concluir 200 inquéritos policiais de crimes dolosos contra a vida: homicídios e latrocínios. Está é a principal meta da “Operação Sicários”, deflagrada nesta quarta-feira (21), pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, dentro do plano operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), de 100 dias de ações ostensivas de combate à criminalidade no Estado de Mato Grosso.

A operação é realizada simultaneamente em Cuiabá, Várzea Grande e no interior do Estado de Mato Grosso, para reforçar as ações da operação Impacto, da Sesp. Na região metropolitana a operação é coordenada pela Diretoria Metropolitana e leva o nome de “Operação Sicários – M”. No interior a supervisão é da Diretoria do Interior com a denominação de “Operação Sicários – I”.

Leia também:  Guarda de trânsito e advogado são detidos por invadirem casa em busca de suposto ladrão

O delegado geral da Polícia Civil, Adriano Peralta Moraes, informou que a operação “Sicários” terá duração de três meses e 11 dias, iniciando no dia 21 de janeiro e finalizando no dia 30 de abril. “Cada uma das Diretorias terá a meta de concluir 100 inquéritos no prazo de 100 dias de casos de homicídios dolosos e latrocínios, com definição de autoria”, explicou Peralta.

Conforme Peralta, no interior do Estado, a operação envolverá todos os municípios, mas as cidades de Rondonópolis e Sinop terão atenção especial devido aos índices de crimes graves que preocupam à Segurança Pública. “A diretoria fará o acompanhamento semanal dos trabalhos e dos resultados alcançados na operação”, afirmou.

Leia também:  Dupla tranca vítima em quarto durante assalto e rouba veículo

O balanço final da operação será apresentado pela Polícia Judiciária Civil no dia 5 de maio.

Nome

Sicário – do latim sicarius, “homem da adaga” – O termo sicário é usado para designar assassinos contratados numa referência às pessoas que matam em troca de dinheiro ou mesmo de promessas de grandes recompensas.O nome assassino deriva da Ordem dos Assassinos, uma seita fundada no século XI por Hassan ibn Sabbah. Hoje esta palavra é empregada para designar o homicida, voluntário ou involuntário.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.