O governador Pedro Taques (PDT) exonerou 70 servidores comissionados nesta quinta-feira (29). O parlamentar também assinou as oito primeiras concessões de incentivos fiscais para empresas instaladas no Estado através do Prodeic (Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial).

Na secretaria de Educação, o governador renunciou todos indicados pelo Partido dos Trabalhadores com 47 demissões. O partido comandou o setor nas gestões dos ex-governadores Blairo Maggi (PR), atual senador da República, e Silval Barbosa (PMDB).

Já na secretaria de Saúde, saíram nove servidores de confiança e entraram 19. Na Controladoria Geral, a secretária adjunta da Auditoria, Cristiane Lara de Souza, saiu e entrou no seu lugar Eldemir Pereira de Oliveira.

Na Comunicação Social, o governador mandou embora dois servidores, mas contratou 15. Também houveram mudanças em outras pastas.

Leia também:  Caso Tríplex | Juiz Sergio Moro condena Lula a mais de 9 anos de prisão

As concessões de incentivos fiscais, conforme publicação no Diário Oficial do Estado, foram destinadas as empresas Rondon Agroindústria Ltda, Peixoto Comercial Importação e Distribuição de Produtos Industrializados Ltda, SB Indústria e Comércio de Alimentos, Rezende Artefatos de Concreto e Construções, Lucinéia Natalina Chicarelli, Tex Norte Comércio de Tecidos Ltda, Goiás Indústria e Comércio de Forros Ltda e Prema Comércio e Exportação de Cereais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.