O governador Pedro Taques (PDT) exonerou 70 servidores comissionados nesta quinta-feira (29). O parlamentar também assinou as oito primeiras concessões de incentivos fiscais para empresas instaladas no Estado através do Prodeic (Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial).

Na secretaria de Educação, o governador renunciou todos indicados pelo Partido dos Trabalhadores com 47 demissões. O partido comandou o setor nas gestões dos ex-governadores Blairo Maggi (PR), atual senador da República, e Silval Barbosa (PMDB).

Já na secretaria de Saúde, saíram nove servidores de confiança e entraram 19. Na Controladoria Geral, a secretária adjunta da Auditoria, Cristiane Lara de Souza, saiu e entrou no seu lugar Eldemir Pereira de Oliveira.

Na Comunicação Social, o governador mandou embora dois servidores, mas contratou 15. Também houveram mudanças em outras pastas.

Leia também:  Vereador Thiago Silva propõe criação de alvará online para Rondonópolis

As concessões de incentivos fiscais, conforme publicação no Diário Oficial do Estado, foram destinadas as empresas Rondon Agroindústria Ltda, Peixoto Comercial Importação e Distribuição de Produtos Industrializados Ltda, SB Indústria e Comércio de Alimentos, Rezende Artefatos de Concreto e Construções, Lucinéia Natalina Chicarelli, Tex Norte Comércio de Tecidos Ltda, Goiás Indústria e Comércio de Forros Ltda e Prema Comércio e Exportação de Cereais.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.