Os recentes escândalos envolvendo obras públicas com recursos federais em Rondonópolis, chamou a atenção do autor da minissérie “Felizes para Sempre?”, Euclydes Marinho, da Rede Globo de Televisão, que vai ao “ar” de segunda a sexta após o reality Big Brother.

A minissérie é baseada numa série de 1982, mas com um assunto que de novo e sempre super atual, traição, jogos de poder, corrupção. No 2º capítulo, Cláudio (Enrique Diaz) que é um empresário poderoso que manipula políticos e vive fraudando licitações reúne diversos empreiteiros em sua empresa, sob forte esquema de segurança para alterar um edital de licitação antes mesmo de ser publicado, tudo com a ciência e autorização de um ministro de estado.

Leia também:  Taques ausente em mutirão

Durante o episódio em conversa com um assessor, Cláudio é alertado para uma cláusula da licitação que proíbe a participação de empresas que teriam problemas judiciais e o assessor explica que essa seria para impedir a participação de uma empresa que está sendo investigada por causa de problemas com as obras em Rondonópolis.

Veja o trecho do 2º capítulo

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.