RoniO vereador Roni Magnani (PP) comemorou durante a sessão ordinária desta semana na Câmara Municipal de Vereadores o início de uma grande operação de tapa-buraco que está solucionando várias imperfeições na malha viária de toda a grande Vila Operária. O parlamentar assegurou que a promessa da nova direção da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder é de zerar na região mais populosa da cidade o transtorno e os riscos causados com os buracos para o trânsito.

Magnani lembrou que é o autor de várias indicações enviadas ao Executivo Municipal recentemente e que solicitavam o serviço com caráter de urgência. “Óbvio que enquanto vereador eu sou mais um a cobrar que se faça um serviço de infraestrutura bem feito, ou seja, não adianta um tapa-buraco em dias de muita chuva porque corre o risco de perder tudo. Em contrapartida, temos a disposição o material usinado quente de secagem rápida que em um curto período de estiagem pode ser o responsável por uma correção que pode, por exemplo, salvar a vida de um motoqueiro. Então por isso que insistimos mesmo sabendo das dificuldades”, explica.

Leia também:  Sindicato Rural "sente pressão" e apresenta trabalho social a vereadores

No cronograma da Coder está o objetivo de atender as vias de principal fluxo no bairro como a Avenida Castelo Branco e a Irmã Bernarda, do Conjunto São José, e seguidamente ir entrando para dentro dos bairros, de acordo com informações repassadas pelo vereador. “Na nossa indicação está especificado a Vila Mariana, Padre Rodolfo, Vila Verde, Jardim Reis, Sumaré, Marajó e várias outras localidades que levantamos a necessidade em nossas visitas rotineiras e passamos à companhia”, diz Roni.

Com as chuvas mais amenas, a previsão da Coder é a de tapar 24 mil metros quadrados de buracos só no próximo mês de março. O vereador sustenta que seguirá levantando demandas a serem corrigidas. “Rondonópolis cresce assustadoramente e a Vila Operária em si também é extremamente grande, maior do que muita cidade. Mesmo depois da passagem da equipe da Coder, faremos novas visitas e se constatarmos quaisquer necessidades que tenham fugido do cronograma passaremos novamente a eles”, externou.

Leia também:  População define infraestrutura como prioridade nos debates da LDO

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.