O município de Rondonópolis foi incluído no Programa de Aceleração de Crescimento 2 (PAC 2), do Governo Federal. Na manhã desta segunda-feira (23), o prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz na sala de reunião da Prefeitura Municipal, a homologação e a jurisdição da licitação do lote 1 do PAC 2.

Com o 1º lote serão contemplados Jardim Liberdade 2 e o Parque Residencial Nova Era, onde serão destinados cerca de 10, 7 milhões em obras de drenagem e pavimentação. Segundo o prefeito as obras devem iniciar nas próximas semanas e deve beneficiar cerca de 15 mil famílias. A previsão que as obras sejam concluídas em seis meses.

“Lançamos hoje um pacote de obras, talvez o maior pacote de obras do município, só de asfalto são 200 quilômetros mais a ponte do rio vermelho e uma série de obras,” destacou o prefeito.

Leia também:  Caminhão derruba postes e deixa região da Vila Mineira sem energia

Durante a reunião que contou com a presença de secretários, representantes do legislativo e sociedade civil, o prefeito anunciou que a licitação do 2º lote do PAC 2 está prevista para o dia 06 de março. Que irá beneficiar os bairros Ana Carla 2, Padre Lothar, Antônio Geraldini e Vila Goulart com 100% de pavimentação, Vila Rica com 50% das ruas pavimentadas e o Parque Universitário com 25%. Neste lote, está previsto o prolongamento da Rua Rio Branco até o Anel Viário. O custo total das obras é de cerca de R$ 23 milhões.

De acordo com o prefeito, um 3º lote que ainda está sendo concluído irá incluir Jardim das Flores, Jardim Progresso, Jardim Reis, Residencial Lajeadinho, Ezequiel Ramin, além da inclusão da ponte sobre o Rio Vermelho que ligará a avenida Beira Rio (do lado esquerdo da margem) à avenida Lions Internacional.

Leia também:  Servidores do Detran anunciam greve em todo o estado nesta segunda

“Estou terminando o 3º pacote que inclui a pacote a ponte do Rio Vermelho e está previsto para lançar em abril,” afirmou Percival Muniz.

O prefeito ainda destacou que os R$ 50 milhões do PAC 2 é um empréstimo feito pelo município serão pagos com a receita dos bairros beneficiados.

Ao fim da reunião, o prefeito disse que está buscando através de emendas dos parlamentares recursos para destinar aos demais bairros.

“Vamos agora com as emendas que nós vamos buscar com os nossos senadores de Rondonópolis, Wellington Fagundes (PR) e José Medeiros (PPS-MT) e com o deputado federal Adilton Sachetti (PSB) conseguir recursos para os bairros que ficaram de fora,” finalizou.

Leia também:  Aeroporto de Rondonópolis pode sair do pacote de privatização

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.