Rodovia foi interditada nos dois sentidos - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Rodovia foi interditada nos dois sentidos – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Os caminhoneiros trancaram a BR 364/163, próximo ao viaduto, em Rondonópolis, no início da tarde desta sexta-feira (20) como forma de protesto contra o alto custo do combustível, alíquota do ICMS e a baixa do preço frete. Com mais essa paralisação já somam 7 cidades de Mato Grosso que aderiram ao protesto.

Filas se formam em ambos os lados.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já está no local para auxiliar e evitar tumultos no local.

 

BR-364/163 interditada por motoristas - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
BR-364/163 interditada por motoristas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

ATUALIZADO

Roberto Costa - Presidente Sindcam - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Roberto Costa – Presidente Sindcam – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de Mato Grosso (Sindcam), Roberto Costa, afirmou que a categoria chegou no seu limite e por isso os caminhoneiros estão unidos para que ocorram mudanças. “A situação ficou crítica, principalmente para os autônomos. Então enquanto nada for feito pelo Governo não vamos sessar o manifesto”, diz.

Leia também:  Prefeitura paga salário, metade do 13º e injeta mais de R$ 20 milhões na economia local

De acordo com ele o protesto em Rondonópolis vai acompanhar o movimento que ocorre em todo o Estado. A previsão é de liberar a pista nos dois sentidos às 18h de hoje e que amanhã (21) voltará a ser bloqueada às 8h.

CATEGORIA

Felipe Dallagno motorista - Foto: Varlei Cordava / AGORA MT
Felipe Dallagno motorista – Foto: Varlei Cordava / AGORA MT

Felipe Dallagno é caminhoneiro há um ano e conta que além destes problemas, o descaso com o motorista também é grande. “Falta área de descanso e todo lugar que paramos, temos que pagar”, diz.

PRF 

O agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), H. Soares, disse que a orientação é para que os motoristas evitem pegar a estrada, para não haver mais aglomerações.

“Vamos acompanhar a manifestação até o término do bloqueio”, diz o agente.

 

Leia também:  Matrículas dos aprovados para cursos da Unemat abrem dia 14
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.