A principal rota de escoamento da safra, a BR-163 será trancada pelos caminhoneiros nesta quarta-feira (18), a partir das 8h. O protesto fechará o trecho entre Nova Mutum e Lucas do Rio Verde e tem como objetivo repudiar o aumento “abusivo” do preço do óleo diesel, baixas tarifas de frete praticadas na safra atual, redução da alíquota do ICMS incidente sobre o preço do óleo diesel, entre outras.

Os manifestantes alegaram que entre 11h e 13h haverá liberação do tráfego para que os motoristas possam voltar para suas cidades de origem. Após isso o trânsito de caminhões serão liberado novamente a partir das 19h. Podendo sofrer alterações, segundo o empresário Gilson Baitaca, um dos líderes da manifestação em Lucas do Rio Verde.

Leia também:  MT | Captação do leite sofre queda de 5,86 pp

Em Tangará da Serra, cidade do médio Norte do Estado, a manifestação já chega há nove dias.

O protesto é realizado pelos caminhoneiros e alguns transportadores, com apoio de autoridades políticas, como vereadores de Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, e do setor produtivo de Mato Grosso.

Por Mato Grosso, mais precisamente pela BR-163, circulam cerca de 15 mil caminhões circulam diariamente no pico da safra, sendo parte destes de outros Estados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.