Segundo colocado no ranking peso-pena do UFC, Chad Mendes vem de derrota para José Aldo, em outubro passado, em um duelo duríssimo que foi eleito o melhor do ano pelo “MMA Awards”, premiação mais importante do esporte realizada anualmente pela revista Fighters Only. O americano já havia enfrentado o campeão em janeiro de 2012, num combate que também acabou com desfecho favorável ao brasileiro. Os dois reveses, inclusive, são os únicos do cartel do atleta do Team Alpha Male, que também possui 16 vitórias na carreira. E é com base em sua própria experiência que Chad acredita que Aldo deve passar com facilidade por seu próximo duelo, contra Conor McGregor, marcado para 11 de julho em Las Vegas.

Leia também:  Campeonato de futebol society acontece em zona rural de Rondonópolis

– Aldo x McGregor é uma luta que tem que acontecer e eu estou empolgado para assisti-la. Tanto o Aldo quanto o Conor são atléticos, têm uma excelente trocação. É claro que eu enfrentei o Aldo duas vezes e sei como são os seus chutes, a sua explosão e a sua velocidade. Eu já eu senti tudo isso na pele. Justamente por isso, acho que o Aldo é muita areia para o caminhão do McGregor – declarou em entrevista ao Combate.com.

Apesar de já ter trocado farpas com McGregor através da imprensa e por intermédio das redes sociais, Mendes acredita que o irlandês merece a chance de ser o próximo desafiante ao título dos penas.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

– Na primeira vez que enfrentei o Aldo, eu tinha vencido quatro ou cinco lutas seguidas, então o McGregor fez a mesma coisa. Por mais que eu queira odiá-lo, porque ele fala demais e fala muita besteira, tenho que reconhecer que ele fez o que tinha que ser feito. McGregor diz que vai vencer esses caras e, quando os enfrenta, faz o que promete. Então, acho que ele merece essa chance, apesar de achar que ele deveria se testar contra alguém que seja mais forte no wrestling antes. De qualquer forma, Conor faz o que promete, ou pelo menos fez até agora, então vamos ver como ele vai se sair.

Sem lutar desde a  sua segunda derrota para José Aldo, Chad volta ao octógono no dia 4 de abril, contra o atual quarto colocado no ranking peso-pena, Ricardo Lamas. O duelo é visto pelo companheiro de treinos de Urijah Faber como uma excelente oportunidade para continuar no topo da divisão.

Leia também:  Federação realiza arbitral após desistências em série

– Essa é uma luta que vai me deixar ali mesmo no topo. Tenho certeza de que vou derrotar o Ricardo. Ele venceu alguns caras duros e eu acho que uma vitória sobre ele vai me colocar de volta à disputa pelo cinturão. Vou dedicar bastante tempo para me focar para essa luta e vou treinar duro para entrar lá e mostrar ao mundo do que sou capaz – finalizou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.