A primeira edição de 2015 do Programa Universidade para Todos (ProUni) teve 1.523.878 inscritos, de acordo com balanço final divulgado pelo Minstério da Educação (MEC). O número é recorde e representa um aumento de 21% em relação aos inscritos (1.259.2854) no primeiro semestre do ano passado.

Os cursos com maior número de inscrições foram administração, com 303.845; direito, com 252.391; pedagogia, com 161.938; e engenharia civil, cin 140.305.

O programa registrou ainda 720.171 inscritos que se declararam pardos (47,3% do total). Os brancos representam 36,2%, os amarelos, 2,4%, e os indígenas, 0,1%.

As mulheres foram maioria (889.398 candidatas), representando 58% do total. O programa também atraiu muitos jovens. Dos inscritos, 837.743 (55%) têm entre 18 e 24 anos; e 196.848 (12,9%), de 25 a 29 anos.

Leia também:  Elevador de hotel luxuoso no RJ despenca e deixa turistas feridos

O resultado da primeira chamada foi divulgado hoje (2) e pode ser consultado no site do ProUni. Até o próximo dia 9, o candidato selecionado deve comparecer à respectiva instituição de ensino para comprovação das informações prestadas no momento da inscrição e fazer a matrícula.

No dia 19, será divulgado o resultado da segunda chamada. Os que não forem selecionados poderão participar da lista de espera nos dias 2 e 3 de março.

O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, são oferecidas 213.113 bolsas, 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas destinam-se a 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas.

Leia também:  Empresários, servidores da Câmara entre outros são presos por fornecer comida podre a escola pública
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.