O vereador Mauro Campos (PT) é apontado como um dos parlamentares que mais se destacaram Câmara de Rondonópolis nos últimos dois anos.

O legislador dedicou o seu primeiro mandato para estudar e estruturar projetos de lei pontuais para a comunidade. Foram sete proposituras aprovadas.

Mauro é o autor da lei que disciplina vagas em estacionamentos da cidade para gestantes e mães com crianças de colo até dois anos de idade.

Com iniciativa do vereador, o cidadão rondonopolitano ganhou mais força para denunciar e fiscalizar, com a lei que trata da fiscalização popular em obras públicas.

VERBAS FEDERAIS

Mauro Campos também é visto constantemente em obras feitas com recursos federais. “O governo federal não tem medido esforços para ajudar nossa cidade. Em praticamente todas as regiões podemos observar importantes obras [residenciais, ETE e creches] que estão em construção ou foram construídas com dinheiro federal. Nosso papel é fiscalizar e saber se tudo foi feito de acordo com o projeto, se o dinheiro foi bem empregado e se a população realmente será atendida”, explica.

Leia também:  Thiago Silva questiona cobranças abusivas em taxas praticadas por cemitérios

DIPLOMACIA

O vereador tem demonstrado muito habilidade em argumentar com parte dos servidores municipais que estão em greve e com representantes do executivo. “É preciso manter o diálogo sempre e tentar encontrar uma solução para o impasse. Os trabalhadores lutam por melhores condições. Não vamos medir esforços para ajudar nas negociações com o governo municipal”, afirma.

Após intervenção do petista, as tentativas de negociações entre as duas partes foram retomadas.

PRESIDÊNCIA DO PT

No começo deste ano, Mauro Campos foi eleito por aclamação presidente do diretório local do PT e deve seguir a frente do partido até 2017.

Está é a segunda oportunidade que ele comandará o partido. A primeira vez ocorreu entre os anos de 2010 a 2013.

Leia também:  Governador assina com Prefeito Zé Carlos do Pátio a retomada do residencial Celina Bezerra
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.