Não foi só entre as mulheres do UFC que o clima esquentou na noite de quinta-feira. A pesagem do Invicta FC 11, que aconteceu no Hotel Milennium Biltmore, no centro de Los Angeles, também teve uma encarada intensa entre as protagonistas da luta principal do evento, que acontece na madrugada desta sexta-feira para sábado na cidade, a brasileira Cris Cyborg e a canadense Charmaine Tweet. Elas trocaram algumas provocações quando posavam para fotos fazendo a tradicional encarada.

Dona do cinturão peso-pena da organização, Cyborg cravou 65,5 kg na balança oficial, enquanto sua adversária passou com 65,8kg. Em entrevista ao Combate.com após a pesagem, a presidente do Invicta, Shannon Knapp, afirmou que a brasileira nunca teve um corte de peso tão tranquilo.

– Ela é uma excelente lutadora e vem dominando o MMA feminino há muito tempo. Ninguém conseguiu fazer o que Cris fez no MMA feminino, com exceção de Ronda Rousey. Essa é uma grande luta para nós, Cris representa o seu país, sou uma grande fã de seu trabalho. Eu tenho trabalhado com ela desde o Strikeforce – disse Knapp.

Leia também:  Árbitros de Mato Grosso participam de curso promovido pela CBF

Outra brasileira do card é Ana Carolina Vidal, que fará a sua estreia como lutadora profissional, protagonizando o primeiro duelo da noite contra Aspen Ladd. A carioca tem apenas uma luta como amadora, mas tem uma carreira de respeito no jiu-jítsu, com vitórias sobre Kyra Gracie e Gabi Garcia. Faixa-preta da Gracie Humaitá, a  pupila de Letícia Ribeiro passou pela balança com 57 kg, contra 56,9 kg de sua adversária.

Uma curiosidade do Invicta é que, quando as lutadoras precisam ficar nuas para tentar bater o peso, em vez de “cabaninhas” de toalha para esconder os órgãos genitais, é trazida uma cortina preta que cobre as atletas dos pés à cabeça. Três lutadoras precisaram do artefato na pesagem, e uma delas não conseguiu registrar o valor de sua categoria mesmo nua: a peso-mosca Laura Salazar, que bateu 58,4kg, mais de um quilo acima do limite de 57,2kg, e foi multada em 25% do valor de sua bolsa de luta, percentual que será repassado à sua adversária, Christine Stanley, que marcou 56,9kg.

Leia também:  Federação realiza arbitral após desistências em série

Outra que não bateu o peso foi Norma Rueda Center, que marcou 52,9kg, não tentou perder mais peso e foi multada em 25%. Sua oponente, DeAnna Bennett, não registrou o peso certo na primeira tentativa e foi multada em 15% de sua bolsa. Mais tarde, ela tentou de novo e ficou dentro do limite da categoria peso-palha, 52,6kg.

O Combate transmite o card do Invicta FC na madrugada desta sexta-feira para sábado, a partir das 0h (horário de Brasília). Confira o peso das lutadoras do card:

Invicta FC 11
27 de fevereiro de 2015, em Los Angeles (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-pena (até 65,8kg)*: Cris Cyborg (65,5kg) x Charmaine Tweet (65,6)
Peso-palha (até 52,6kg): Alexa Grasso (52,1kg)  x Mizuki Inoue (52,2 kg)
Peso-palha (até 52,6kg): Norma Rueda Center (52,9 kg) x DeAnna Bennett (52,6 kg)***
Peso-galo (até 61,7kg): Irene Aldana (61,2 kg) x Colleen Schneider (61,3kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-palha (até 52,6kg): J.J. Aldrich (52,4 kg) x Jamie Moyle (52,3 kg)
Peso-palha (até 52,6kg): Amy Montenegro (52,4 kg) x Brianna Van Buren (52,3 kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Laura Salazar (58,4 kg) x Christine Stanley (56,9 kg)**
Peso-mosca (até 57,2kg):  Aspen Ladd (56,9 kg) x Ana Carolina Vidal (57 kg)

Leia também:  Atleta rondonopolitana é ouro no salto em altura

* Luta vale cinturão. Demais lutas não valem cinturão e, por isso, têm 1lb (454g) de tolerância

** Laura Salazar ficou acima do peso e foi multada em 25% de sua bolsa de luta

*** Bennett bateu o peso numa segunda tentativa após o final da pesagem, mas ainda assim foi multada em 15% de sua bolsa. Rueda Center ficou acima do peso e foi multada em 25%

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.