A frustração estava claramente estampada no rosto de Edson Barboza, presente na coletiva do UFC Porto Alegre, realizada após o evento de domingo. O peso-leve, abatido, não escondia a decepção com a própria performance na derrota por decisão unânime para Michael Johnson, na co-luta principal do card.

O especialista em Muay Thai afirmou que é o único culpado pelo revés e prometeu reencontrar o caminho das vitórias em breve.

– Não foi um erro estratégico. Não consegui lutar, não fui o Edson Barboza. Poderia ter dado mais, sem tirar o mérito dele (Johnson), que foi muito bem. Não foi o meu melhor, o que conforta meu coração. Estou muito desapontado comigo mesmo. Fui muito bem treinado na ATT, estava preparado. Não sei por que, na hora da luta, não saiu. Às vezes damos um passo para trás para dar um pulo na frente. Vou dar a volta por cima e voltar às cabeças da categoria.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

A estratégia de Johnson – que buscou a trocação e não se prendeu às quedas – não surpreendeu o brasileiro, que não soube explicar o que aconteceu para ter “travado” no octógono.

– Estava esperando isso, é um lutador de verdade, vai para a frente, do jeito que gosto de lutar. A surpresa foi comigo mesmo, não encaixei meu jogo, tinha meus treinadores me dando as instruções corretas e não estava conseguindo. Não tenho explicação agora.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.