Um não vence há cinco partidas, enquanto o outro não perde há três jogos. É com esse retrospecto que Rio Claro – penúltimo – e Basquete Cearense – 13º colocado – se enfrentam nesta quarta-feira, às 20h, no ginásio Felipe Karam, casa dos rioclarenses, pela 24ª rodada da 1ª fase do NBB 7.

Pela reabilitação

O Rio Claro não vive um bom momento no nacional. A derrota para o Paulistano na última rodada, por 90 a 87, manteve a equipe rioclarense na penúltima colocação na tabela de classificação e fez com que o time chegasse ao quinto jogo consecutivo sem vitória.

Faltando sete rodadas para terminar a primeira fase e com apenas cinco vitórias em 23 jogos disputados, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Tamião precisa da vitória contra o Basquete Cearense para se manter com chances de conquistar uma vaga nos playoffs e escapar das últimas colocações no NBB.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

Embalado, o Basquete Cearense vem em uma crescente no NBB. Já são três vitórias seguidas da equipe do técnico Alberto Bial (as duas últimas, fora de casa contra Mogi das Cruzes e São José). Com a sequência de vitórias, o time cearense evoluiu bastante na tabela, saltando da vice-lanterna para a 13ª posição. Completo, o time nordestino quer manter o ritmo para seguir firme na busca por uma vaga nos playoffs.

– Estamos em um momento de ascensão e crescimento, com melhora do conjunto e do coletivo. A equipe vem mostrando um basquete cada vez mais sólido, com uma defesa muito solidária, com muita ajuda entre todos, jogando fora as vaidades. Uma sinergia dos mais jovens com os mais experientes – disse o técnico da equipe cearense, Alberto Bial.

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D

O destaque da equipe é o jovem armador Davi Rossetto, que tem médias de 13,7 pontos, 4,1 rebotes e 4,9 passes decisivos por partida. O pivô Araujo, ao lado do ala Andrezão, também contribuem com média superior a 12 pontos por jogo. Fernando Fischer (11,7) e Rashaun McLemore (11,4) completam a lista dos jogadores com média de pontos em dois dígitos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.