Nos Jogos de Londres, em 2012, Alan Fonteles desbancou o até então grande nome paralímpico Oscar Pistorius e levou o ouro nos 200m – T44. Na ocasião, o sul-africano não assimilou bem a derrota e acusou o brasileiro de ganhar vantagem por seu modelo de próteses – pedindo desculpas depois. Um novo duelo entre eles em olimpíadas, porém, não deve acontecer tão cedo. No fim do ano passado, o sul-africano foi condenado a cinco anos de prisão por matar a namorada Reeva Steenkamp em fevereiro de 2013. Mas apesar das polêmicas, Fonteles admitiu ter vontade de  enfrentar o rival nas pistas novamente:

– Eu desejo que ele volte para que possamos correr juntos mais vezes. Acho que seria uma boa competição ver nós dois novamente, repetindo o duelo visto em Londres – disse Fonteles, em entrevista ao site britânico “BBC”.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

Pistorius pode deixar a cadeia já em 2015 para cumprir o restante da pena em regime domiciliar. No entanto, o Comitê Internacional Paralímpico proibiu o sul-africano de participar de competições até 2019 – prazo do cumprimento de sua pena. Fora do Rio 2016, Pistorius, que terá 33 anos quando deixar a prisão, também não disse se pretende voltar a competir. Apesar do desejo, Fonteles, de 22 anos, reconhece a dificuldade do novo encontro acontecer.

– Infelizmente houve essa fatalidade. Acho que a justiça foi feita e está sendo feita em termos de tudo o que o tribunal disse. É difícil para ele retornar, e dependerá de como estará se sentindo, sua forma e, claro, sua idade. Mas acredito que ele possa retornar e será ótimo.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.