O presidente da Câmara de Vereadores de Rondonópolis, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), avaliou que a greve dos servidores públicos municipais, deflagrada há algumas semanas, pode ser finalizada com um diálogo franco entre uma comissão formada pelos próprios trabalhadores e o chefe do Executivo Municipal, Percival Muniz.

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (19), o presidente, juntamente com os outros parlamentares, debateu com os líderes do movimento na sala de reuniões e novamente ouviu os principais pleitos da classe. A ocasionalidade chegou a suspender rapidamente a sessão. Apesar de considerar a maioria dos pedidos, inclusive o de aumento salarial, justos, Fulô disse que há de prevalecer um bom senso de ambas as partes.

Leia também:  Dilma depõe como testemunha de defesa da senadora Gleisi Hoffmann

“O prefeito tem que abrir as portas para o pessoal, porque o que está ocorrendo é o seguinte: os vereadores vão lá, o Percival dá uma proposta que nós trazemos para os servidores e eles negam. Aí fica este leva e trás e as coisas não estão se resolvendo. Acho que um encontro e um debate franco, como o que irá ocorrer, pode encontrar um denominador comum. Claro que tudo respeitando também o caixa, até porque não adianta dar um aumento que a prefeitura não irá poder pagar”, considerou Fulô.

O encontro com Muniz, citado por Fulô, ficou pré-agendado para a manhã desta sexta-feira (20), no Paço Municipal, segundo informou o líder do prefeito na Câmara, o vereador Aristóteles Cadidé (PDT). O presidente mostrou otimismo quanto a um final para o imbróglio. “Claro que quando o servidor pede 19% ele sabe que dificilmente os terá integralmente. Mas o prefeito fazendo uma contraproposta e na base do diálogo tudo será resolvido. Tenho certeza que em um breve espaço de tempo estará tudo acertado e os serviços públicos à população totalmente restabelecidos”, otimizou.

Leia também:  Projeto que reduz salários de comissionados gera polêmica em Itiquira
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.