O ônibus saiu da pista e acabou tombando - Foto: José Antônio Araújo / AGORA MT
O ônibus saiu da pista e acabou tombando – Foto: José Antônio Araújo / AGORA MT

O número de mortos no acidente envolvendo o ônibus Satélite Norte, na BR 070, no último dia 29 de janeiro, aumentou de 11 para 12. Uma das vítimas que estava internada em estado grave na UTI de Primavera do Leste acabou vindo a óbito na noite de sábado (31), a vítima Francisco Pereira Lima de 41 anos estava na cadeira de número 18 e iria ficar em Primavera do Leste, o mesmo é da cidade de Bacabal, no estado do Maranhão.

O corpo de Francisco está a caminho e deve chegar nessa tarde, em Bacabal, onde será velado junto aos familiares.

O motorista do ônibus que ainda não teve o nome divulgado irá se apresentar ainda nesta segunda-feira (2) em uma Delegacia da cidade de Barra do Garças, o mesmo estará acompanhando de um advogado, com o depoimento do motorista a polícia terá mais informações de como o acidente aconteceu.

Leia também:  Piloto sequestrado no Pantanal Mato-grossense é encontrado na fronteira da Bolívia

Vários passageiros já foram ouvidos pela polícia, alguns ainda permanecem em Hotéis na cidade de Primavera do Leste e estão tendo todo apoio necessário por parte da empresa que emitiu uma nota informando que estão auxiliando as vítimas e parentes com toda assistência e o translado dos corpos foi providenciado, assim como as despesas com o funeral.

Na nota divulgada pela Expresso Satélite foi informado também que as causas do acidente ainda não foram confirmadas, mas a suspeita é de que o desnível entre a pista e o acostamento da rodovia tenha ocasionado o acidente e que isso pode ter feito com que o motorista perdesse o controle do veículo, causa comum e corriqueira de vários acidentes na mesma região.

Leia também:  Promotor causa danos em TV, humilha PMs e acaba detido em MT

De acordo com a agência de Primavera do Leste, os pertences das vítimas foram todos recolhidos e entregues aos parentes. Os passageiros que morreram no acidente estavam sem o cinto de segurança, ou seja, não obedeceram as regras estabelecidas pela empresa, onde um vídeo no interior do ônibus comunicou a todos os passageiros a usarem o cinto de segurança antes de seguir a viajem, mas muitos não obedeceram o recado dado durante a exibição do vídeo.

Agora os passageiros só poderão embarcar depois que estiverem todos com o cinto de segurança caso não o ônibus permanecerá parado até que a situação seja resolvida, a norma é pra evitar mortes em caso de acidentes.

Leia também:  Três são detidos após agressão e porte ilegal de arma de fogo

OUTRAS VÍTIMAS

Matheus B. da Silva da cidade de Santa Ines, continua internado na UTI do Hospital Regional em Rondonópolis, além dele outras duas vítimas também estão na UTI, Carla Cristofoline de 18 anos de Cuiabá e uma vítima por nome Maria continuam hospitalizadas, mas estão fora de risco segundo informou a agência de Primavera do Leste.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.