Após desistir da primeira rodada de testes da pré-temporada da Fórmula 1, realizada em Jerez de la Frontera, na Espanha, na semana passada, a Force India irá para a próxima sessão, em Barcelona, entre os dias 19 e 22 deste mês, sem o novo carro, batizado de VJM08. De acordo com o jornalista Adam Cooper, o diretor-adjunto Robert Fernley planeja utilizar o chassi de 2014 no segundo teste, enquanto o monoposto da temporada 2015 pode marcar presença apenas no terceiro e último teste, entre 26 de fevereiro e 1º de março, também em Barcelona.

– O chassi do novo carro está em produção e sendo desenvolvido em Silverstone. Estamos atrasados por uma série de razões. Uma delas foi o uso do túnel de vento da Toyota. Infelizmente não conseguimos concretizar o contrato a tempo, por causa de toda a questão envolvendo a Caterham (a equipe, que não disputará a temporada 2015, tinha um acordo em vigor com a Toyota). Foi apenas uma daquelas coisas que acontecem – minimizou Fernley, em entrevista ao blog de Cooper.

Leia também:  Jogador revelado pelo REC marca contra o Flamengo

O VJM08, que será pilotado pela dupla Nico Hulkenberg e Sergio Pérez, foi apresentado no fim de janeiro, em evento na Cidade do México. Segundo o dirigente, a ausência do novo carro da Force India nas duas primeiras sessões de testes está relacionada a diversos problemas com fornecedores. As negociações teriam ficado mais complicadas depois que Caterham e Marussia mergulharam em uma grave crise financeira, deixando dívidas com parceiros e aumentando a desconfiança de investidores da Fórmula 1.

– Nós temos que apoiar os fornecedores neste momento, e é claro que eles ficaram prejudicados pelo que houve com Caterham e Marussia. Eles precisam de financiamento, e nós compreendemos isso. Nós não pudemos fazer o que estávamos acostumados, e isso teve um impacto negativo em nosso fluxo de caixa. Estamos neste ponto e temos que fazer o melhor possível – definiu o dirigente.

Leia também:  União aposta em Ricardo para bater o Cuiabá

Em entrevista à “BBC”, Fernley afirmou que os esforços são para fazer com que o VJM08 dê as caras na última sessão de testes, em Barcelona:

– Agora a questão é o terceiro teste. Talvez tenhamos condições de utilizar o VJM08 na última bateria de testes em Barcelona – disse.

Apesar de enfrentar dificuldades para cumprir o cronograma do novo carro, a Force India vetou o pedido da Marussia para competir com o carro de 2014. A pequena escuderia, que agora exibe o nome de Manor, queria usar o carro antigo para facilitar seu retorno ao grid, após enfrentar uma grave crise financeira na reta final da temporada passada. O campeonato 2015 começa no dia 15 de março, com o GP da Austrália.

Leia também:  Seleção masculina de futsal brasileira disputará amistosos em Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.