mortos SCSeis pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas na manhã desta quinta-feira em Cordilheira Alta, no oeste de Santa Catarina. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o crime. A principal suspeita é de que Alcir Pederssetti, de 42 anos, pai da família que morava na casa, tenha cometido cinco assassinatos e depois se suicidado.

Os corpos foram encontrados pela empregada, por volta das 7h30. Todos tinham marcas de tiros na cabeça. Um revólver calibre 38 e um carregador foram encontrados junto ao corpo de Alcir. Além do patriarca, as demais vítimas foram identificadas como Mônica Moresco Pederssetti, de 33 anos, mulher de Alcir; Antônio Moresco, de 68 anos, sogro; Luzia Moresco, de 65 anos, sogra; Lucimar Aparecida Moresco, de 36 anos, cunhada; e Lana Eduarda Moresco Pederssetti, de 16 anos, filha do suspeito. A casa ficou isolada após a chegada da PM até a realização da perícia e a retirada dos corpos.

Leia também:  Campanha chama atenção para a reciclagem de lixo

“Ainda é cedo para culpar o pai da família, embora não tenhamos encontrado nenhum indício de arrombamento ou furto. Temos de aguardar o trabalho da perícia”, afirmou o sargento da PM Ângelo Martins, que atendeu à ocorrência. Alcir Pederssetti era funcionário da Secretaria de Agricultura do município havia dez anos. Após saber da tragédia, o prefeito de Cordilheira Alta, Alceu Mazzioni, declarou luto oficial de três dias. A Polícia Civil assumiu o caso e ainda não se pronunciou sobre o andamento das investigações.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.