VESTIDO DUAS CORES

É o vestido mais polêmico desde o mini rosa-choque de Geisy Arruda. Quando a usuária de Tumblr swiked pediu ajuda para identificar a cor de um vestido que, para ela, era azul e preto, mas para suas amigas, era azul e dourado, ela desencadeou uma discussão planetária. Também, pudera: não podendo confiar em nossos próprios olhos para revelarem a verdade, é uma reação instintiva ser tomado pela surpresa. Mas, atenção – não é uma ilusão de ótica convencional e não tem a ver com seu estado emocional ou convicções políticas, mas sim com um ajuste fino da visão, que varia de pessoa para pessoa.

Veja só: esta é a foto postada no Tumblr:

vestido duas cores original

Pelo ponto de vista oftalmológico, a intrigante fotografia e sua recepção em olhos humanos pode ser encarada de dois modos. Primeiro, é necessário considerar a estrutura da retina, membrana que reveste a superfície interna do globo ocular. De acordo com o oftalmologista Richard Yudi Hida, chefe do Setor de Catarata do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo, raramente as cores que vemos são cores “reais” — daí a crença popular de que homens enxergam menos cores que mulheres e assim por diante. Nesse caso em específico, fomos enganados pela lente que tirou a fotografia — que gerou uma imagem com uma saturação confusa —, mas, todos os dias, nossos olhos nos enganam bastante. Enxergar azul ou branco tem a ver com os bastonetes e os cones, células da retina que detectam, respectivamente, detalhes e cores.

Leia também:  Ultrapassagem perigosa resulta em seis mortes em GO

Existem três tamanhos de cones: azul (o menor), verde e o vermelho (o maior). E, como ser humano algum é igual, se você tiver mais bastonetes ou cones nos seus olhos do que seu colega de mesa com o qual você iniciou a discussão da cor do vestido, verá uma combinação diferente.

A segunda questão tem a ver com a iluminação. Se você colocar a mesma imagem em fundo branco e em um fundo preto, notará diferenças. Se olhar a imagem em uma sala clara ou no escuro do seu quarto, também notará diferenças. Isso é porque o nosso olho é condicionado pela tonalidade da iluminação – e isso pode render resultados diferentes.

Leia também:  Prova do Encceja é realizado neste domingo em 564 municípios

“É como quando você olha para algo vermelho por muito tempo e, depois, olha para algo branco. Você verá um branco mais rosado por conta de uma dessensibilização da retina, mas depois volta ao normal”, explica Hida.

"Este é o vestido que eu vi no dia do casamento. Azul e preto. É apenas uma foto, mas é tão estranho!", escreveu a internauta (Foto: Reprodução/Tumblr)
“Este é o vestido que eu vi no dia do casamento. Azul e preto. É apenas uma foto, mas é tão estranho!”, escreveu a internauta (Foto: Reprodução/Tumblr)

PROVA REAL

A editora de fotografia do Serviço Mundial da BBC, Emma Lynch, usou um software de edição de imagens para analisar os tons do vestido e chegou à conclusão de que a peça é, de fato, azul e preta.

Isolando todas as variedades luminosas (reparando bem, a foto original é “lavada” por uma luz amarelada), o vestido fica universalmente azul e preto, diz ela.

VESTIDO PROVA REAL

E você, o que acha?

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.