Os advogados do ex-parlamentar José Geraldo Riva, ainda não tiveram acesso aos processos do parlamentar não conseguindo ingressar com habeas corpus. Situação que dificulta o direito à defesa do ex-presidente da Assembleia Legislativa. A informação é que o processo só seja distribuído nesta terça-feira (24).

A juíza que determinou a prisão do ex-deputado após receber em mãos o processo na última sexta-feira (20) só concluiu a decisão após as 18 horas. Com isso, o processo permanece parado no cartório distribuidor e os advogados não conseguem ter acesso ao conteúdo. As informações são conforme a assessoria de imprensa da Corregedoria do Tribunal de Justiça.

A secretaria emite certidões atestando que os autos foram encaminhados ao cartório distribuidor para proceder o cadastro dos autos, mas ainda não retornaram.

Leia também:  Série de confissões de Silval começa nesta segunda-feira

“O fato gera prejuízo ao trabalho dos advogados, uma vez que eles não têm acesso ao processo e, assim, não conseguem trabalhar. Nós, da OAB, defendemos que o caso seja firmemente investigado e, caso seja comprovada a culpa, seja punido. A sociedade espera isso”, relatou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional (OAB-MT), Maurício Aude, em entrevista a um site do estado.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.