Consumidores afetados com a danificação de equipamentos industriais e aparelhos eletroeletrônicos, durante os apagões registrados em Rondonópolis, no fim de semana, têm direito de serem indenizados pelos prejuízos. O alerta é feito pelo coordenador do Procon no Município, Juca Lemos, que esclarece os procedimentos a serem adotados pelo cidadão prejudicado, devido a falta de aviso por parte da empresa de energia elétrica Cemat-Energisa, responsável pelo serviço na cidade.

Juca Lemos explica que empresários e moradores prejudicados devem comparecer à sede da empresa localizada na Avenida Duque de Caxias, na Vila Aurora, para registrar uma ocorrência sobre os aparelhos eletroeletrônicos e equipamentos danificados pelos apagões que aconteceram sem prévio aviso. Ele esclarece que ‘se a Energisa se comprometer em resolver o problema num determinado prazo e honrar o compromisso, o prejuízo de cada reclamante fica solucionado’.

Leia também:  Técnico do União lamenta: “Dava para ir mais longe”

Mas, se a Energisa deixar de honrar o compromisso, o consumidor afetado deve comparecer ao Procon e apresentar cópia da ocorrência, para que o órgão atue na defesa do mesmo. “Todo cidadão e empresário que sofreu prejuízo com esses apagões ocorridos sem prévio aviso, têm o direito de ser ressarcido. Portanto, se qualquer compromisso firmado pela empresa deixar de ser cumprido, esses reclamantes devem procurar o Procon para garantir a indenização”, orienta.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.