Foto: divulgação PJC
Foto: divulgação PJC

A Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) realiza de 13 a 18 de fevereiro, a Operação “Mais Vida no Carnaval”, que alinhará as ações do Detran, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros, Politec, Samu, Guarda Municipal de Várzea Grande, Polícia Rodoviária Federal e Ministério Público.

No total, mais de 1800 pessoas estarão envolvidas nas ações preventivas e repressivas contra o crime em todo o Estado. O plano operacional da Sesp para os dias de festividades em Mato Grosso foi divulgado nesta quarta-feira (11.02), em coletiva à imprensa, no prédio da Sesp, em Cuiabá.

A finalidade da operação durante o maior evento festivo do Brasil, conforme o secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, é proporcionar segurança aos foliões através de ações das instituições de segurança e parceiros nos principais pontos de festividades no Estado.

Leia também:  Criminosos armados invadem casa e roubam carro de vítima

“Estamos trabalhando neste planejamento há um bom tempo. O carnaval é um período crítico para a segurança pública e essa operação vem de forma integrada entre todas as corporações para que possamos otimizar nossos recursos e ter um carnaval seguro para a população. No interior também há planos para situações precisas, de acordo com a realidade de cada cidade”, explicou o secretário.

O Detran já deu início a uma campanha educativa para evitar acidentes de trânsito, em especial aqueles causados por ingestão de bebidas alcoólicas. “Nossa campanha é educativa e teremos blitzes nos dias 14 e 15 de fevereiro. Também instalamos carros envolvidos em acidentes em 40 pontos de todo o Estado, com o objetivo de conscientizar sobre os perigos de uma direção irresponsável”, afirmou o presidente do Detran, Rogers Jarbas.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, disponibilizará 1.420 policiais para atuarem durante os quatro dias de festa e manda um recado aos foliões. “Aquelas pessoas que vão para se divertir, podem ir com tranquilidade porque a PM vai estar lá. Evitem carregar bens materiais, como câmeras fotográficas. Evitem lugares ermos, em que não haja aglomeração de pessoas. Não dirijam quando estiverem usando bebida alcoólica e usem nossos canais de denúncias, em casos de necessidade”.

Leia também:  Politec realiza perícia em carro com falha mecânica que matou cliente em Rondonópolis

Efetivo

A Polícia Militar atuará com 1.420 policiais, nas principais cidades da Baixada Cuiabana: Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Bonsucesso, Santo Antônio do Leverger. Nos demais comandos regionais, a polícia atuará conforme a programação de carnaval dos municípios.

A Polícia Judiciária Civil disponibilizará 245 policiais (35 delegados, 95 investigadores e 115 escrivães). Eles atuarão em Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento, Nossa Senhora da Guia, Acorizal, Santo Antônio do Leverger, Chapada dos Guimarães e Poconé. Duas barreiras policiais serão montadas, em dias alternados, na saída para as cidades com festas de carnaval e equipes do GOE e GCCO estarão de plantão para o atendimento de ocorrências de pronta resposta.

Leia também:  Bêbado, motorista de caminhão tanque é preso pela PRF

O Corpo de Bombeiros levará 157 militares por dia aos principais locais de aglomeração de pessoas em Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Acorizal, Barão de Melgaço, Várzea Grande, Poconé, Nossa Senhora do Livramento, e mais 16 municípios do Estado que terão festas de carnaval. As ações serão de prevenção contra incêndio, pânico e acidentes nos locais de maior concentração, além de salvamento e atendimento pré-hospitalar em casos de mal súbito, acidentados, entre outras intercorrências.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.