Roni Cardoso que irá assumir cedeira na Câmara - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Roni Cardoso que irá assumir cadeira na Câmara – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Após a polêmica em que estava envolvido o vereador Marcelo Marques (Pros) se iria ou não cumprir a ata assinada em que concordava em fazer o rodízio com os suplentes, ficou acertado que Roni Cardoso (PRTB), que é seu 1º suplente irá assumir a cadeira da Casa de Leis por 90 dias em março. Em resposta concedida pelo site AGORA MT ao vereador Marcelo Marques, ele deixou bem claro  que não irá ceder espaço ao 2º suplente Silvio Negri (PCdoB), mesmo com a ata de que cederia espaço assinada.

Questionado sobre o porquê da decisão, ele afirmou que teve problemas com o professor e sofreu pressão por parte dele para ceder o espaço. “O Silvio não irá assumir porque tivemos problemas, ele me pressionou e não me tratou bem dentro da própria casa, por isso não terá espaço” afirmou.

Leia também:  Thiago Silva entrega certificados para formandos da FUG na Vila Operária

Se defendendo das acusações de que teria mudado de partido para fugir do rodízio, ele afirmou que a saída só ocorreu por conta das agressões que vinha sofrendo por conta do ex-presidente do PRB.

Roni que irá assumir, afirmou que já havia um combinado entre ele o vereador desde 2014, mas depois em conversa resolveram deixar para fazer i rodízio em 2015. Ele disse ainda que pretende focar na área do esporte durante o tempo que ficará na Casa.

Leia também:

‘Amnésia’ de  Marques pode custar o isolamento do Pros em 2016

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.