energia
Amenize o aumento da tarifa da conta de luz – Foto: Reprodução

O governo já deu o recado: está previsto um reajuste de 50% na conta de luz a partir de março! Haverá um aumento da tarifa extra cobrada na conta dos consumidores desde janeiro. Com reservatórios em níveis baixos, a necessidade de utilização das usinas térmicas aumenta e gerar energia passa a ficar mais caro.

E com o uso mais frequente de ar condicionado, ventilador, chuveiro e geladeira por conta do verão, a situação só tende a piorar. Como driblar e economizar energia? Veja algumas dicas da CPFL Piratininga:

1. Um dos segredos da economia é extrair de eletrodomésticos o máximo de desempenho gastando o mínimo. Uma medida é procurar usar os aparelhos, como o ar condicionado por exemplo, fora do horário de pico (entre 18h e 21h);

2. Outra medida é comprar produtos com o selo PROCEL, cujo objetivo é indicar ao consumidor o nível de eficiência energética da mercadoria que está adquirindo. Eles apresentam consumo 12% a 26% menor;

Leia também:  Conheça 8 tipos de ioga e seus benefícios

3. É importante também fazer a manutenção periódica do eletrodoméstico, realizando a limpeza do filtro de ar;

4. Mantenha o hábito de desligar o aparelho sempre que os moradores se ausentarem do ambiente refrigerado;

5. A iluminação de uma residência, em média, representa de 15% a 20% do valor da conta de energia. O ideal é substituir as lâmpadas incandescentes por fluorescentes, que consomem menos, iluminam mais e podem durar até 10 vezes mais;

6. Para as pessoas que podem investir um pouco mais, há ainda a opção por lâmpadas LED, que são ainda mais eficientes que as lâmpadas de tecnologia fluorescente. A economia com essa opção pode atingir quatro vezes menos consumo, com igual resultado de iluminamento;

7. Em relação a ambientes, como salas, quartos, corredores, salas de tevê, as lâmpadas podem ter uma potência menor, com mais economia. Durante o dia, sempre que possível, deve-se aproveitar a iluminação natural com menor acionamento da luz artificial;

Leia também:  Os perigos da automedicação

8. Desligue os aparelhos eletrônicos (evitar deixar em stand by pode trazer uma economia de até 10% por mês na conta de energia elétrica, dependendo da quantidade de aparelhos);

9. Apague as luzes ao sair (criar o hábito de desligar tudo ao sair do cômodo). Desligue as lâmpadas e explore a luz natural;

10. Acumule roupas para lavar e também para passar. Passe e lave as roupas de uma vez só. (Ao ligar e desligar o ferro de passar ou a máquina de lavar você está gastando uma grande quantidade de energia);

11. Substitua aparelhos antigos, que gastam mais energia (eletroeletrônicos);

12. Nos dias quentes, colocar o chuveiro na posição “verão” (o consumo será cerca de 30% menor);

Leia também:  Casa pega fogo em Rondonópolis

13. Limpe periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro;

14. Tome banhos mais rápidos e desligue a torneira ao se ensaboar;

15. Nunca reaproveite uma resistência queimada. Isso provoca o aumento do consumo e coloca em risco a segurança do usuário;

16. Instale a geladeira em local bem ventilado, não encostada em paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas;

17. Nunca utilize a parte traseira da geladeira para secar panos ou roupas;

18. Nunca coloque alimentos quentes na geladeira e não forre as prateleiras da geladeira;

19. Não deixe a porta da geladeira aberta por muito tempo e não se esqueça de manter as borrachas de vedação da porta em bom estado;

20. Não use benjamins (Peça usada para ligar vários aparelhos a uma só tomada).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.