Há mais de um mês para uma das datas mais gostosas do ano, a Páscoa, e o comércio em Rondonópolis já enfeitam as prateleiras com as tentações de chocolate. Só que este ano, assim como a maioria dos produtos, o consumidor também vai sentir o peso no bolso ao adquirir o ovo de chocolate. A alta do dólar elevou o custo do cacau, dos brindes infantis importados da China e o preço da mão de obra também subiu. Com isso, o produto sofre um reajuste e fica de 7 a 8% mais caro.

E é justamente por isso que este ano a Páscoa deve ser mais seletiva para o consumidor, onde deve prevalecer, na hora da escolha, o melhor custo-benefício.

Leia também:  Bloqueio de verbas não consegue mais conter aumento da dívida pública

Outro setor que tende a movimentar a economia neste período são as vendas de materiais para confeccionar ovos caseiros. Mas aqui em Rondonópolis alguns comerciantes acreditam que este ramo está perdendo cada vez mais espaço no mercado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.