Deberonix foi julgado e condenado à 14 anos e 6 meses de prisão em regime fechado - Foto:Varlei Cordova / AGORA MT
Deberonix foi julgado e condenado à 14 anos e 6 meses de prisão em regime fechado – Foto:Varlei Cordova / AGORA MT

O jovem Deberonix Paulino de Araújo, 21 anos, foi julgado e condenado a 14 anos e seis meses de prisão em regime fechado. Ele é condenado pela prática do crime contra a vida (Homicídio Qualificado) de Leandro Alves da Silva, em 14/04/2013 no Jardim Dom Bosco. Deberonix também é condenado pelo delito de porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com informações da polícia, Leandro havia se envolvido em uma briga com a namorada do suspeito, o que teria motivado o crime.

O julgamento presidido pelo Juiz Wladymir Perri, da 1ª Vara Criminal aconteceu durante sessão do Tribunal do Júri Popular de Rondonópolis ontem (03).

Para o juiz o motivo do crime foi considerado fútil e houve a condenação. “As consequências do crime é inerente ao próprio delito, que é a perda da vida humana, de modo que, não pode ser valorada negativamente. Quanto ao comportamento da vítima em nada contribuiu para o funesto evento criminoso, de modo que deve ser sopesada desfavoravelmente ao imputado” relata em um trecho do julgamento.

Leia também:  Motociclista morre em cruzamento no centro de Rondonópolis

ENTENDA O CASO

No dia 28 de junho de 2013, Deberonix foi preso acusado de ter praticado seis homicídios na região da Vila Operária. Ainda faltam o julgamento de mais cinco casos.

O jovem  é acusado de matar Luiz Fernando Moraes da Silva, no dia 07/04/2012 no Jardim Ipanema III, por ter delatado o mesmo em um assalto.  Enéias José de Lima, dia 12/09/2010 próximo a feira da Vila Operária por dívida de droga e investigado pela morte de Wesley Paiva Martins, em 18/04/2013 na Vila Itamaraty por briga de gangues.

Ele ainda é acusado de ter matado no dia 11/05/2013 duas pessoas juntamente com o menor L.R.M. de 17 anos, quando ficou conhecido como o matador da bicicletinha. Uma das vítimas foi Henrique Alves de Souza no Jardim Ipiranga, que segundo testemunhas o menor estaria empinando a bicicleta e Henrique quase bateu nele, eles discutiram e o menor juntamente com Deberonix o matou. O segundo crime aconteceu à noite, onde Juscelino Galiano de Oliveira foi morto por ter desobedecido ao toque de recolher que os dois tinham imposto no Jardim Taiti.

Leia também:  Bairro Seguro | 160 pessoas são detidas por crimes durante operação em Mato Grosso

LEIA MAIS

Jovem é preso acusado de matar seis pessoas na Vila Operária

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.