O japonês Yoshihide Kiryu, de 19 anos, se tornou o velocista asiático mais rápido da história ao vencer os 100m em uma competição nos Estados Unidos, com o tempo de 9s87. A marca obtida na noite deste sábado, em Austin, Texas, não será homologada, já que a velocidade do vento a favor era e 3,3 m/s, acima da marca permitida. O tempo é menor do que o recorde sul-americano, de 10s, que ainda pertence a  Robson Caetano, obtido em 1988, na Cidade do México. Nove anos antes de Kiryu nascer.

Bronze no mundial júnior do ano passado, em Oregon, Estados Unidos, Kiryu é considerado um fenômeno do atletismo. Em 2012 ele bateu o recorde mundial da categoria por duas vezes. No ano seguinte, igualou o recorde que havia perdido correndo em 10s01. Ele já foi chamado de sucessor de Usain Bolt, atual dono da melhor marca do mundo – 9s58, obtida no Mundial de 2009. O atual recorde asiático pertence a Femi Ogunode, do Catar, 9s93.

Leia também:  Cuiabá vence Luverdense e se classifica para semifinal no sub-17

Desde 1968, quando Jim Hines superou os 10s, apenas um atleta não negro conseguiu correr abaixo do marca. Trata-se do francês Christophe Lemaitre, que bateu 9s98 em julho de 2010.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.