O Luverdense volta a jogar a Copa do Brasil em 2015, depois de ficar de fora da competição no ano passado. Na última participação, a equipe ganhou projeção nacional ao enfrentar e vencer o Corinthians no jogo de ida das oitavas de finais. Na volta, acabou eliminado. A estreia na edição 2015 acontece nesta quinta-feira contra a Cabofriense, em Cabo Frio (RJ). O presidente Jaime Binsfeld espera superar a má fase no Campeonato Mato-grossense, em que o time venceu apenas um jogo em seis disputados. Ele diz que a equipe deve entrar com cautela para tentar chegar longe na Copa do Brasil.

– Esperamos voltar bem nessa competição. Estamos otimistas com a oportunidade de nos recuperarmos, apesar de que na Copa Verde ganhamos as duas partidas e passamos de fase. Agora vamos colocar toda a nossa energia e força para poder buscar a classificação também na Copa do Brasil – declarou o presidente por telefone ao GloboEsporte.com.

Leia também:  União, mesmo com derrota, avança e joga de novo contra o Dom Bosco

Na última participação na competição, em 2013, o Luverdense eliminou o Tupi-MG na fase inicial, o Bahia na segunda fase e o Fortaleza na terceira. O time ganhou visibilidade e uma cota financeira por volta de R$ 1 milhão naquele ano – somando a bilheteria do jogo com o Corinthians, que alavancou o clube para o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro, conquistado com a quarta posição na Série C 2013.

– Sem dúvida alguns componentes foram importantes para o Luverdense na época. As vitórias nos deram uma energia diferente, conseguimos arrecadar uma boa receita para investir melhor para a Série C, e no fim conseguimos eliminar o Caxias e subir para a Segunda Divisão – elencou Jaime.

O possível adversário da segunda fase deste ano pode ser o mesmo Bahia, que enfrenta o Nacional-AM na primeira fase. Uma coincidência da última campanha vencedora do Verdão do Norte, porém para Binsfeld não passa de casualidade.

Leia também:  Rodada "madrasta" coloca Luve de volta ao Z-4

– Precisamos pensar na Cabofriense, pois temos que buscar vencer um jogo de cada vez. Essa é nossa exigência. E depois considerar a projeção financeira. Sabemos que vamos receber R$ 200 mil pela participação na primeira fase. Então não adianta fazer planos de passar de fases e não jogar futebol na estreia – disse com cautela.

Caso o Luverdense avance para a segunda fase, o clube irá receber mais R$ 240 mil de cota da CBF. Cabofriense e Luverdense jogam nesta quinta-feira, às 20h30 (de MT), no estádio Correião, em Cabo Frio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.