Cratera na avenida Dom Wunibaldo - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Cratera na avenida Dom Wunibaldo – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O grande volume de chuva registrados de ontem (26) para hoje causou centenas de problemas a Rondonópolis. Só na tarde desta sexta-feira (27), duas ruas da cidade tiveram que ser interditadas, além do bloqueio da ponte da rua Pedro Ferrer onde a água já chega rente a estrutura.

Uma grande cratera, com mais de 6 metros de comprimento e 3 metros de largura, se formou na rua Arnaldo Estevan com Dom Wunibaldo e chegou a romper na tarde de hoje a rede esgoto. A Secretaria de Transporte e Trânsito (Setrat) já sinalizou o local e a equipe do Sanear irá iniciar os reparos.

“O grande volume de chuva acabou causando infiltração, foi quando o asfalto começou a ceder e acabou rompendo a rede de esgoto”, explica o diretor de Manutenção do Sanear, Cristóvão Teixeira.

Leia também:  Exposição no Casario traz 17 obras de alunos da Escola Daniel Martins Moura

De acordo com o diretor a previsão é de que até amanhã o reparo já estará pronto. “A equipe do Sanear está fazendo a manutenção com o apoio da Coder”, diz.

O secretário de Infraestrutura, Melquiades Netto, disse a reportagem do AGORA MT que hoje de manhã o prefeito Percival Muniz (PPS) convocou todos os secretários e pediu que eles ficassem em estado de alerta. “Choveu cerca de 80 mililitros, algo que não era esperado para a época e isso causou vários transtornos, agora estamos trabalhando em regime plantão para amenizar os estragos”, conta Melquiades.

PONTE INTERDITADA

A Coder alerta aos condutores e pedestres que o tráfego na ponte que liga o Jardim das Flores ao loteamento Padre Rodolfo está completamente interditado. A medida visa garantir a segurança de todos e agilizar o trabalho de recuperação da ponte, iniciado nesta semana.

Leia também:  Juiz Pós-doutor de Rondonópolis publica Livro de Direito Ambiental
Ponte na Pedro Ferrer - Foto: assessoria
Ponte na Pedro Ferrer – Foto: assessoria

A ponte estava parcialmente interditada desde outubro do ano passado, quando quase caiu por causa da passagem de caminhões com peso acima do permitido. Desde então era ela utilizada apenas por pedestres, ciclistas e motociclistas.

A interdição total foi definida nesta quinta-feira e deve durar até o final do trabalho, previsto para ser concluído em 15 dias.

“Sinalizamos bem o local, mas pedimos a atenção e colaboração da comunidade para evitarmos acidentes. Estamos empenhados para cumprir o cronograma e em breve o tráfego está liberado para todos, exceto veículos pesados. Pedimos desculpas pelo transtorno, mas é temporário e por uma boa causa.”, destacou o presidente da Coder, Rodrigo da Zaeli.

O trabalho na ponte do Jardim das Flores faz parte de um programa que vai recuperar 20 pontes na cidade e na zona rural. Cinco já foram recuperadas e neste sábado deve ser concluída também a reforma de uma das pontes da estrada que dá acesso ao distrito de Campo Limpo.

Leia também:  Gás tem reajuste de quase 13% e consumidor deve pagar R$ 95 em Rondonópolis

Leia Também – Chuva abre cratera e interdita rua na Vila Birigui

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.