Pelo menos alguém está se dando bem com essa batalha entre PSDB e PT, já que o ex-presidente Fernando Collor registrou uma menor rejeição após essa briga. Isso foi o que apontou uma pesquisa da Fundação Perseu Abramo, vinculada ao PT.

Deposto do poder por envolvimento em casos de corrupção em sua campanha, Collor, hoje senador pelo PTB de Alagoas, está longe de ser lembrado como o governo que teve mais corrupção. A Fundação foi às ruas de São Paulo nos dias 13 e 15 deste mês para entrevistar integrantes dos dois protestos, a favor e contra a presidente Dilma Rousseff (PT), e perguntar qual havia sido o governo mais corrupto. PT e PSDB conseguiram ofuscar Collor.

Leia também:  Marildes pode ser alternativa para Estadual

Dos que participaram do ato da CUT, no dia 13, 40% acham que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) teve a gestão mais corrupta. Collor foi citado por 29% e José Sarney (PMDB), por 13%.

Já no protesto do dia 15, o governo do ex-presidente Lula (PT) foi citado por 47% como o mais corrupto. Dilma veio depois com 29% e Collor ficou em terceiro, com 11%.

No dia 13, a Fundação ouviu 305 pessoas, e no dia 15, 534.

QUEM FOI?

Fernando Collor de Mello foi o único presidente brasileiro a sofrer impeachment. ENtre as insatisfação da população brasileira no Governo de Collor estava o Plano Marcílio que determinou o confisco dos bens que os brasileiros tinham em poupança para uso do Estado. A medida repercutiu negativamente e a situação tornou-se ainda pior quando o irmão de Fernando Collor de Mello, Pedro Collor de Mello, denunciou o presidente por corrupção e desvio de dinheiro público.

Leia também:  Maggi teria colocado cargo à disposição

As acusações geraram uma investigação que comprovou os atos ilegais do presidente e o aproveitamento do dinheiro que teria sido confiscado da poupança dos brasileiros, culminando com o 1º processo de impeachment do Brasil. Fernando Collor de Mello chegou a renunciar no final do ano de 1992 para não perder seus direitos políticos, mas o Congresso já havia votado pela sua deposição.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.