De janeiro a fevereiro deste ano, a Polícia Judiciária Civil já registrou 6,7 mil ocorrências por meio da Delegacia Virtual. Trata-se de uma média de 217 ocorrências por dia. No período de 2006 a 2014 foram validadas 212 mil ocorrências de um total de 256 mil ocorrências registradas.
O serviço está disponível no site da Secretaria de Estado e Segurança Pública (www.sesp.mt.gov.br) e no site da Polícia Judiciária Civil (www.pjc.mt.gov.br) e permite que a população informe situações que envolvam furto, extravio de documentos, denúncias anônimas e desaparecimento de pessoas.
Quando o registro é feito pela Delegacia Virtual, a equipe da Polícia Civil observa se os campos estão preenchidos corretamente e se o caso está entre os permitidos. Depois, é enviado para o e-mail da vítima uma cópia do boletim de ocorrência e encaminhado para uma delegacia mais próxima do solicitante.
De acordo com a coordenadora geral de Estatística e Análise Criminal da Sesp,Tatiana Eloá Pilger, o sistema online permite o acompanhamento da ocorrência. “Fazer o boletim de ocorrência pela internet é mais rápido e tão seguro quanto fazer na delegacia. Isso facilita a vida do cidadão e da polícia, diminuindo as filas e o gasto com papéis”, explicou.
A página da Delegacia Virtual registra boletim de ocorrência em três idiomas: português, inglês e espanhol para atender os turistas que passam pelo Estado de Mato Grosso, trazendo explicações no idioma escolhido sobre o que é considerado “extravio”, “furto” e “roubo”, para que o registro seja confeccionado na modalidade correta.
Só no ano passado foram 7 mil registros de furtos, 44 mil de extravio ou perda de documentos, 59 comunicações de pessoas desaparecidas e 937 denúncias. Todas as ocorrências passaram pela análise dos policiais na base fixa da Delegacia Virtual.
Advertisements
Leia também:  Durante discussão, homem é esfaqueado em frente a Albergue

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.