O parecer sobre a solicitação de dispensa de Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima) das obras de duplicação da BR-163 em Mato Grosso foi aprovada ontem (16) e o término do trecho entre Rondonópolis e o km 25 da rodovia, com meta de duplicação de mais 76,5 (de um total de 125 km, que vão do km 0,0 ao km 94,9) no sentido divisa com Mato Grosso do Sul, deve ser iniciada em breve.

A aprovação foi feita pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) durante uma reunião extraordinária. A obra aprovada perfaz um total de 430 quilômetros. O licenciamento ambiental deverá ser publicado no Diário Oficial do Estado nos próximos dias.

Leia também:  Secretaria de Saúde aumenta equipe de atendimento para Caravana em Rondonópolis

“Essa é uma obra importante para Mato Grosso e por isso teve atenção especial dos conselheiros” pontua a secretária de Estado de Meio Ambiente, Ana Luiza Peterlini.

A meta da Rota do Oeste, empresa da Odebrecht TransPort, responsável pela duplicação, recuperação, conservação, manutenção e implantação de melhorias da BR-163, é seguir o cronograma de obras em andamento. Nele consta o término do trecho de Rondonópolis.

O coordenador de Meio Ambiente da empresa Rota Oeste, Pedro Eli, explica que após as obras na região sul forem terminadas, a meta é que já a partir de 2016 os trechos da BR-163 que vão do Posto Gil até Sinop, passando pela BR-070 (Rodovia dos Imigrantes), comecem a ser duplicados também.

Leia também:  Estudantes de Rondonópolis conquistam ouro em disputa mundial de educação

O prazo para conclusão da obra é de cinco anos, contados a partir de 2014.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.