arvores seca atingidas pelo veneno
Algumas árvores secaram totalmente – Foto: Divulgação / Polícia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental determinou uma multa de R$ 400 mil por crime ambiental ao proprietário de uma fazenda, 78 anos, na tarde desta terça-feira (17), localizada na do distrito do Vale Rico, zona rural de Guiratinga. Após denúncia anônima feita na sexta-feira (13), a polícia constatou que havia sido feito o uso de agrotóxicos na propriedade rural, por meio de avião, prejudicando toda a vegetação.

Córrego afetado com a aplicação do agrotóxico - Foto: Divulgação / Polícia Ambiental
Córrego afetado com a aplicação do agrotóxico – Foto: Divulgação / Polícia Ambiental

Conforme informações do Boletim de Ocorrência (BO), algumas árvores secaram totalmente, sendo de tamburi, angelim, jatobá e outras vegetações. Ao inspecionar a fazenda, os policiais ainda puderam constatar que árvores frutíferas também haviam sido prejudicadas, bem como, um córrego que passa pela propriedade.

Leia também:  Homens invadem casa e matam dois jovens em Confresa

Segundo informações da polícia, na propriedade rural, foram localizadas, em local indevido, várias embalagens de agrotóxicos usados na aplicação, deixados em um pasto junto com gado.

 Foto: Divulgação / Polícia Ambiental
Embalagens de agrotóxicos usados na aplicação jogadas no pasto – Foto: Divulgação / Polícia Ambiental

Na ocasião, o caseiro da propriedade informou que dono da fazenda estava em viagem.

Nesta segunda-feira (17), o fazendeiro compareceu na base da 2ª Cia da PMPA em Guiratinga, onde relatou que o produto foi utilizado entre os dias 13 a 20 de fevereiro e que foi aplicado em uma área de 80 hectares com avião e em 40 hectares com trator. Sendo aplicada uma multa de R$ 400 mil, sendo 5 mil por hectare afetada pela aplicação aérea.

De acordo com o fazendeiro a empresa onde foi comprado o produto informou que poderia ser feita a aplicação via aérea que afetaria a vegetação. Foram usados os produtos Leader, K Tionic e Artys.

Leia também:  Na capital, idoso de 64 anos é preso suspeito de estuprar e fotografar adolescentes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.