O curso será comandado por Paulo Vespúcio
O curso será comandado por Paulo Vespúcio

O curso, que tem como ator, diretor, preparador e consultor de atores e não atores, Paulo Vespúcio, reconhecido pelos grandes trabalhos realizados na televisão e cinema, e atual diretor do filme “O Casamento de Gorete”, trará na bagagem as técnicas e como se portar diante da lente.

Ele afirma que o curso também tem o objetivo de proporcionar uma vivência de mercado. Entre os temas abordados, destacam-se a criação e o desenvolvimento de personagens, relacionamento com a câmera e palco, interpretação e entendimento de texto.

O aluno no ato da inscrição receberá um texto para decorar onde será utilizada a metodologia do diretor Paulo Vespúcio, possibilitando de forma clara e visível o desenvolvimento profissional, além de refletir isto de forma superpositiva no cotidiano.

Leia também:  Resumo de novelas desta terça-feira (11)

Ao terminar o curso, o aluno recebe certificado e um DVD com fotos e filmagem de sua própria atuação, dirigida pelo Paulo Vespúcio.

Sobre Paulo Vespúcio

Sua formação como ator foi pela Companhia de Encenação Teatral dirigida por Moacyr Góes, possui 28 anos de carreira, e como ator já participou de mais de 60 trabalhos. Entre as montagens teatrais, se destacam atuações em Baal, de Bertolt Brecht (1988), A Trágica História do Dr. Fausto, de Christopher Marlowe (1989) e A Escola de Bufões, de Michel de Ghelderode (1990). Na TV, participou das minisséries Memorial de Maria Moura (1994) e Amazônia – De Galvez a Chico Mendes (2007) e da novela Cabocla (2004). E no cinema, os filmes Um Céu de Estrelas, de Tata Amaral (1995); O Dia da Caça, de Alberto Graça (2000); Tudo que Deus Criou, de Andre da Costa Pinto (2009) e Chico Xavier, de Daniel Filho (2010) marcam a trajetória de Vespúcio.

Leia também:  Quatro são presos por assalto em chácaras nas regiões de Cuiabá

Em 2004, Paulo Vespúcio escreveu e dirigiu seu primeiro curta, Pinga Fogo e a Idade, premiado em 2005 como Melhor Curta, no 2º Festival de Cinema de Votorantim. Em 2006, ganhou o Kikito de Melhor Ator, no Festival de Gramado, por seu trabalho no curta-metragem Fúria, de Marcelo Laffitte. Em 2010, escreveu e dirigiu o curta Joaozinho de Carne e Osso – no qual também contracenou –, considerado uma produção de família, ao lado de Letícia Spiller, Lucas Loureiro e Pedro Novaes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.