A greve que atingiu o país do ‘faz de conta’, fazendo com os funcionários do reino da alegria cruzassem os braços, promoveu mais um lance que casou milhares de gargalhadas.

Acontece que Zangado, que é o líder da greve e presidente do sindicato dos trabalhadores é também suplente de legislador. Na semana passada Zangado foi chamado ao palácio da Branca de Neve para assumir seu posto como suplente, depois que o titular da vaga pediu afastamento para brincar de ciranda.

Zangado ficou como suplente de legislador por apenas uma hora, passando o cargo para outro suplente, o Legislador Soneca. Apesar de ter atuado apenas uma hora como Legislador, Zangado voltou na sexta-feira (06) ao Palácio da Branca de Neve para exigir sua verba indenizatória.

Leia também:  Ex-apresentadora do Jornal Nacional quer disputar a presidência

Como todos sabem os legisladores tem direito a uma verba indenizatória de PT$ 10 mil por mês, e por mais absurdo que possa parecer, Zagado, exigiu receber a verba por apenas uma hora de trabalho.

Afastado das suas funções na mina de ouro por exercer cargo sindical, Zangado, recebe mensalmente PT$ 7 mil mensais, apenas para ficar xingando e reclamando dos outros.

EM TEMPO

No câmbio de hoje (06) o Patetus (PT$) moeda oficial do país do faz de conta tem o mesmo valor do Real, moeda oficial do Brasil.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.