Luverdense e Brasília iniciam neste domingo a disputa por uma vaga na semifinal da Copa Verde. Os times entram em campo às 18h30 (de Brasília), no estádio Passo das Emas, pelo jogo de ida das quartas de final. Na fase anterior, o Luverdense eliminou o Tocantinópolis-TO, enquanto o Brasília despachou o Independente-PA.  As duas equipes vivem momentos distintos. Enquanto o Luverdense está em má fase no Campeonato Mato-grossense – se o torneio acabasse hoje estaria fora da segunda fase, o atual campeão da Copa Verde finalmente dá mostras de estar entrando no ritmo, após um começo de ano irregular.

No time mato-grossense, a Copa Verde é uma das prioridades do primeiro semestre por dar uma vaga na Copa Sul-Americana ao campeão. Em quarto lugar no estadual, com apenas uma vitória em seis jogos, o Verdão do Norte chega motivado pela boa apresentação contra a Cabofriense, pela Copa do Brasil. No jogo disputado na quinta-feira, o clube teve mais volume de jogo, mas acabou ficando no empate em 1 a 1.

Leia também:  Título da Champions pode fazer CR7 alcançar Messi

– Ainda não tive muito tempo para treinar o time. Será apenas minha quarta partida no comando, mas sei que o time está evoluindo e vai evoluir ainda mais. Tem o cansaço de voltar do Rio de Janeiro e já jogar neste domingo, mas é melhor ter vários torneios para disputar do que ficar sem calendário – disse Rocha.

O Brasília vem de vitória importante no Candangão – 1 a 0 sobre o Paracatu – e da classificação com goleada sobre o Independente na primeira fase da competição nacional, quando o time candango goleou a equipe do Pará por 4 a 0 em no Distrito Federal após ter perdido o jogo de ida por 2 a 0.

– A gente sabia que esse momento ia chegar. Que bom que chegou na hora certa. Começamos a treinar tarde, já perto do início da temporada. Tivemos que ir montando o time durante os campeonatos. Agora, já temos uma equipe bem preparada fisicamente e com um padrão de jogo. Isso facilita bastante o trabalho. Sabemos que não estão vivendo um bom momento no estadual, mas têm bons jogadores. Mudaram o técnico agora e é um time que a tendência é melhorar. Então, temos que tomar cuidado. Vamos respeitar a equipe deles, mas vamos em busca do resultado positivo mesmo fora de casa – disse o treinador Luis Carlos.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis

A arbitragem fica por conta do sul-mato-grossense Paulo Vollkopf, que terá como auxiliares Eduardo da Cruz (MS) e Danilo Manis (SP).

ESCALAÇÕES

Luverdense: a boa atuação contra a Cabofriense deixou o treinador Júnior Rocha satisfeito. A tendência é que ele mantenha o time que empatou contra o time do Rio de Janeiro. A equipe deve entrar com Thomazella, Thiago Gasparini, Zé Roberto, Montoya e Daniel Bahia; Júlio Terceiro, Ricardo, Osman e Rafael Tavares; Ricardo Maria e Lukian.

Brasília: o treinador Luís Carlos contará com a volta do experiente volante Pedro Ayub, que retorna de contusão, além do zagueiro André. Com isso, o time provável é: Artur; Fernando, André, Índio e Makeka; Pedro Ayub, Werick, Wilian e Héverton; Bruno Morais e Michel Platini.

Leia também:  Atletas sub 16 de Rondonópolis participam de competição em Cuiabá

QUEM ESTÁ FORA
Luverdense: o atacante Ciro está suspenso pela expulsão contra o Tocantinópolis. Os outros desfalques são por lesão: os laterais Raul Prata e Michel seguem em recuperação de cirurgia no joelho, e o meia Jailton, por cirurgia no pé.

Brasília: o time candango terá dois desfalques para a partida: Paulo Ricardo e Fernandinho, expulsos no primeiro jogo contra o Independente-PA, foram julgados pelo STJD e ainda cumprem suspensão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.