O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, exaltou como heróis as sete autoridades venezuelanas alvo de sanções impostas pelos Estados Unidos, e nomeou um dos atingidos pelas medidas dos EUA como novo ministro do Interior.

“Eu os parabenizo”, disse Maduro em discurso ao vivo na TV, na segunda-feira (9), acompanhado por seu ministério e pelos sete. “É uma honra” estar na lista de sanções dos EUA, disse.

Maduro nomeou o chefe da inteligência nacional, Gustavo González, que Washington acusa de ser cúmplice da violência contra manifestantes antigoverno, como novo ministro do Interior. Não ficou claro se González vai ocupar os dois cargos.

Na segunda-feira, os Estados Unidos declararam a Venezuela uma ameaça à segurança nacional e ordenaram sanções contra sete venezuelanos, no pior incidente diplomático com o país rico em petróleo desde que Maduro assumiu o poder, em 2013.

Leia também:  Ritual de oferendas encontradas na Itália vira caso de Polícia
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.