Nas últimas semanas, em meio à crise de popularidade enfrentada por Dilma Rousseff (PT), o vice-presidente Michel Temer (PMDB) realizou encontros com líderes dos dois principais partidos de oposição ao governo, o PSDB e o DEM. Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Aécio Neves e ACM Neto foram alguns dos políticos procurados por ele. As informações são da Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, a primeira reunião aconteceu com FHC, há cerca de um mês, em São Paulo. Mudanças na legislação eleitoral foram o foco da discussão. O mesmo tema teria sido tratado posteriormente em encontro com Serra, em Brasília, na residência oficial da vice-presidência. Aécio, por sua vez, foi procurado por Temer no dia de seu aniversário (10 de março), quando os dois conversaram sobre o cenário político atual.

Leia também:  Thiago Silva questiona cobranças abusivas em taxas praticadas por cemitérios

Nesta semana, o vice promoveu um jantar para deputados do DEM, também em Brasília, e ainda esteve com ACM, prefeito de Salvador. Segundo a publicação, a intenção era explicar a necessidade de aprovação das medidas de ajuste fiscal propostas pelo governo e discutir um projeto de fusão entre o partido e o PMDB.

Aliados dizem que o objetivo maior de todas essas conversas foi “reduzir a tensão” nas relações entre o governo e a oposição. Mesmo sabendo que PSDB e DEM descartam a possibilidade de trégua com Dilma, Temer estaria tentando promover uma agenda comum entre os partidos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.