Manifestação reuniu cerca de cinco mil pessoas segundo organização - Ricardo Costa / AGORA MT
Manifestação reuniu cerca de cinco mil pessoas segundo organização – Ricardo Costa / AGORA MT

Milhares de rondonopolitanos se reuniram na tarde deste domingo (15) em Rondonópolis, para protestar contra o atual Governo Federal e também pelo fim da corrupção no Brasil. O ato aconteceu no fundo do shopping, em Rondonópolis.

O ato seguiu com a execução do hino nacional, musicas de sátiras à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao Partido dos Trabalhadores, além de discursos de pessoas ligadas a movimentos de luta. De acordo com a organização, cerca de cinco mil pessoas se aglomeraram no local da manifestação pacífica.

Administradora fala sobre impeachment - Foto Ricardo Costa / AGORA MT
Administradora fala sobre impeachment – Foto Ricardo Costa / AGORA MT

Para a administradora Verônica de Souza, o impeachment é possível.

“A situação do pais está complicada, por isso acredito que se unir forças, isso pode acontecer”, declarou.

Já o estudante Lucas Sousa, pede mais luta. Ele acredita em um Brasil melhor no futuro se as pessoas lutarem por isso.

Leia também:  Servidores do Detran anunciam greve em todo o estado nesta segunda
Estudante é contra a corrupção - Foto: Ricardo Costa / AGORA MT
Estudante é contra a corrupção – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

“Corrupção tem em todo lugar, mas vemos que em outros países as pessoas não aceitam. Temos que fazer o mesmo aqui, lutar pelo nosso direito”, afirmou o universitário.

Várias entidades e sindicatos estiveram presentes, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“A OAB não está contra o governo A ou B. Nossa luta é contra a corrupção e garantia do direito de cada um de manifestar”, disse o presidente da OAB, Ronaldo Batista Alves.

SEGURANÇA

Um aparato policial foi montado para garantir a segurança dos manifestantes. Segundo o major Handson, 50 policias estavam aposto.

Dos 50, 35 dos policiais eram da Força Tática (FT), sendo que 26 da tropa de choque. “A tropa ficará de longe, aposta. Só vamos para a rua se houver necessidade de conter vandalismo para garantir que o protesto seja pacífico”, acrescentou o comandante da FT, major Candido Moreno.

Leia também:  Preço da gasolina e do diesel deve aumentar nas refinarias do País nesta terça
Candido fala sobre trabalho da FT o manifesto - Foto: Ricardo Costa /  AGORA MT
Candido fala sobre trabalho da FT o manifesto – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.