Lesões nas costas, joelho, quadril, cotovelo… a longa e vitoriosa carreira de Rodrigo Minotauro, que já passou por combates dos mais duros, começa a cobrar seu preço. Aos 38 anos, o peso-pesado tem convivido com dores, fisioterapia e algumas cirurgias. Entretanto, há duas semanas ele foi convidado para realizar um novo tratamento, a base de células-tronco, em Kansas (EUA), e aproveitou o fim das gravações do TUF Brasil 4 em Las Vegas, do qual foi um dos treinadores ao lado de Maurício Shogun, para iniciar esse procedimento e garante que já está tendo resultados positivos com este método.

– Fui aos Estados Unidos, no estado de Kansas, onde tem uma clínica que fazem um tratamento de células-tronco, que tiram célula de gordura das costas, três seringas grandes, e aplicam nas articulações. Apliquei no joelho, no quadril, cotovelo e isso estimula o crescimento da cartilagem. É uma coisa inovadora, uma técnica nova. Eles já fizeram em 153 pacientes nesse lugar, então já estão com o tratamento adiantado há um ano. O dono, Pat Farley, juntamente com o doutor que faz esse tratamento, me chamaram para poder fazer. Fiquei super feliz com o convite deles e estou tendo resultados positivos na questão da dor. Não deixo de fazer minha fisioterapia de sempre, que é a responsável por eu estar curado do meu quadril, mas fiz isso para dar um reforço a mais. Estava precisando, fiz a cirurgia há um tempo, tive um recesso entre a gravação do TUF e minha próxima luta e resolvi fazer para ficar 100% – afirmou, em entrevista ao Combate.com.

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

Minotauro ainda acrescentou que deve ficar de molho por mais duas semanas, completando um mês de recuperação do tratamento para, então, iniciar sua preparação para o seu próximo combate. De acordo com ele, para o UFC 190, no dia 1º de agosto, no Rio de Janeiro, estará pronto e, apesar da vontade de atuar no TUF Brasil 4 Final, 27 de junho, o atleta não acredita que seja tempo suficiente para chegar bem.

– Já deu para sentir uma melhora na dor, estou em recesso de treino por mais duas semanas, totalizando um mês parado. Quando voltar a treinar vou saber se estarei 100%. Mas a questão da dor que vinha sentindo nas costas melhorou um pouco. Em duas semanas estou liberado para treinar tudo, puxar a parte física e estrutural do meu corpo, fortalecer, para depois treinar 100% para lutar. Pretendo lutar no card do Rio de Janeiro em agosto e minha intenção era até lutar na final do TUF, em junho, mas não sei se vou estar preparado nessa época. Com certeza em agosto estarei preparado – explicou.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

As conversas com o Ultimate estão em andamento e a própria organização disse a Minotauro que ele deve voltar perto do mês de agosto. Três possíveis adversários já foram colocados na mesa em sondagens, mas o lutador alegou não poder revelar os nomes. Se para seu próximo oponente ele faz segredo, para o combate seguinte, que planeja fazer até o fim do ano, o líder da Team Nogueira não esconde seu desejo.

– Eles me falaram que eu deveria lutar perto do mês de agosto. Não especificaram o card, mas certamente seria no Rio. Se tivesse que escolher, com certeza escolheria o Rio de Janeiro porque é mais fácil, minha casa é aqui, o treinamento, tudo, mas, com certeza, até agosto eu estarei lutando. Ainda não tem nenhum adversário, estão sondando, já falaram da possibilidade de enfrentar três oponentes, mas não posso comentar ainda sobre isso. Não tenho preferência de rival para essa primeira luta porque estou voltando agora, mas até o fim do ano quero lutar com o Frank Mir – declarou, acrescentando que pode não ser a sua luta de despedida.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

– Não sei se será a de despedida ainda não. Estou fazendo um tratamento que vou voltar zero, hein (risos) – brincou.

UFC 190
1 de agosto, no Rio de Janeiro
CARD DO EVENTO (até agora):
Peso-galo: Ronda Rousey x Bethe Correia
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Mauricio Shogun

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.