Em situações distintas no NBB 7, Mogi das Cruzes e Liga Sorocabana se enfrentam, a partir das 20h desta terça-feira, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi, pela 27ª rodada da competição nacional. Enquanto os mogianos seguem firmes no G4, os sorocabanos lutam para deixar a última posição da tabela de classificação. No confronto do primeiro turno, mesmo atuando em Sorocaba, o Mogi levou a melhor: 87 a 85.

Com 10 vitórias nas últimas 11 rodadas, o Mogi das Cruzes permanece na quarta colocação do campeonato, com 17 vitórias em 24 jogos e aproveitamento de 70,8%, mesmo desempenho do Flamengo, que está em terceiro lugar por levar vantagem no confronto direto. Pensando em manter o bom momento do time antes dos playoffs, o técnico Paco García pregou cautela na partida desta noite.

Leia também:  União joga domingo diante do Sinop no Luthero Lopes

– Eles vêm em seu melhor momento da temporada, ganharam dois dos últimos três jogos. Quando um time está embaixo na tabela, se torna um inimigo muito perigoso. A linha exterior da Liga Sorocabana está bem. Eles são um time interessante e só não venceram mais vezes porque a liga é muito disputada. É um rival perigoso e não podemos perder a atenção – disse o espanhol, que não poderá contar com o pivô Thomas Gehrke, suspenso.

Fuga da lanterna

Após a emocionante vitória contra o Paulistano, a ordem na Liga Sorocabana é surpreender em pelo menos um dos dois últimos jogos fora de casa na fase de classificação do NBB (contra o Mogi das Cruzes, nesta terça, e contra o São José, na quinta) para então decidir sua luta contra o rebaixamento nas duas últimas rodadas, em Sorocaba.

Leia também:  AssuRoo | Time de futsal de surdos de Rondonópolis conquista 2° lugar da competição em Campo Grande

Para isso, os comandados de Rinaldo Rodrigues estão treinando para o duelo desta terça desde sábado. Caso a LSB vença o Mogi e o Rio Claro seja derrotado pelo Uberlândia, a equipe sorocabana deixará a última colocação, a única que determina o rebaixamento para a Liga Ouro em 2016.

Para a partida diante de Mogi, os desfalques são o ala-armador argentino Matías Nocedal, com uma lesão na mão esquerda, e o armador Diego Gomes, que ainda se recupera de cirurgia no joelho.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.