Um dos funcionários sendo socorrido pelo SAMU - Foto: Você-repórter
Um dos funcionários sendo socorrido pelo SAMU – Foto: Você-repórter

Uma das vítimas que foram atingidas pelo fogo nesta sexta-feira (13), após a explosão em um dos gabinetes na Assembleia Legislativa, na Capital, morreu na madrugada de hoje (15). O jovem Jonatan Bruno Paes, 22 anos, estava internado em estado gravíssimo no Pronto Socorro de Cuiabá (PSC). Ele teve 100% do corpo atingido pelas chamas.

As outras três vítimas que sofreram queimaduras em consequência da explosão continuam internadas no PSC. Luciano Rogério da Silva, com ferimentos de 1º grau, Luciano Henrique Perdizes, com queimaduras em 85% do corpo, e Wagner Nunes de Almeida, com 90%.

Segundo a assessoria da AL, no local era realizada a aplicação de um carpete e houve uma explosão no momento em que era feito o polimento do piso para receber o tapete. Os funcionários da empresa contratada para o serviço faziam usado de materiais inflamáveis, como tíner e cola.

Leia também:  Segurança morre baleado após deixar a arma cair no chão

O gabinete 114 estava sendo preparado para o deputado Gilmar Fabris (PSD).

O acidente será investigado pela Delegacia Distrital do Carumbé, por uma equipe comandada pelo delegado Waldeck Duarte.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.