O papa Francisco expressou neste domingo (15) sua “grande dor” pelos atentados realizados contra duas igrejas em Lahore, no Paquistão, que deixaram ao menos 15 mortos, entre eles mulheres e crianças, e cerca de 70 feridos.

“Com dor, com muita dor, soube dos atentados terroristas contra as igrejas cristãs”, disse, no Vaticano, rechaçando a perseguição de cristãos na região. “Os cristãos são perseguidos, nossos irmãos derramam seu sangue somente por que são cristãos”, concluiu.

Os dois ataques suicidas foram realizados neste domingo enquanto cultos religiosos eram realizados nos templos.

Após os atentados, multidões enfurecidas queimaram uma pessoa viva e lincharam outra, que acreditavam estar envolvidas no crime, informaram autoridades locais.

Leia também:  Em ato de furto bandidos fazem "pausa" para terem relação sexual

Um representante do Talibã paquistanês reivindicou a autoria dos ataques.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.